Entrevista com Fernanda Furuno – Guia EAD Brasil – 23º CIAED

Compartilhe esse post:

Fernanda Furuno é cofundadora do Guia EAD Brasil e também é a coordenadora da ABED que liderou o projeto de levar as startups de tecnologias educacionais para o 23º CIAED. Nesta entrevista, Fernanda fala sobre o mercado de ensino à distância, sobre o processo de trazer inovação para o evento e a relação das novas tecnologias com a educação.

Ensino Privado: – “Estou com a Fernanda Furuno, cofundadora do Guia EAD Brasil, como surgiu a ideia de trazer as startups para o meio educacional, para o CIAED? Gostaria que você nos contasse como foi esse envolvimento e todo o processos.”

Fernanda Furuno: – “Neste ano eu estive na Campus Party e identifiquei que tinham muitas oportunidades, muitas startups interessantes para a área educacional, mas não encontrei nenhuma universidade por lá. Então eu quis fazer um matching entre as universidades e as startups de educação e a gente conseguiu. Abrimos um espaço para as startups, abrimos uma seletiva, fomos surpreendidos com 50 projetos inscritos, que passaram por um critério de avaliação, um comitê e selecionamos 18. E está sendo muito importante, é uma oportunidade para as startups estarem perto dos seus clientes, assim como possíveis investidores.”

Ensino Privado: – “E também validar com o mercado, poder colocar à prova se realmente aquela inovação para o mercado educacional faz sentido para as instituições de ensino, alunos, professores e pesquisadores, todos presentes no evento da ABED.”

Fernanda Furuno: – “Acredito que pelo feedback que a gente teve, as startups estão bastante animadas, porque aqui no evento elas têm a oportunidade de encontrar reitores, pró-reitores, professores de tecnologia e os responsáveis por manter as instituições que estão crescendo. Acredito também que as startups conseguem com menos investimento, numa velocidade muito maior trazer soluções mais eficientes para as instituições de ensino, então a gente precisa mostrar mais este trabalho, para que a elas possam se aproveitar desta inteligência, desta rapidez e dessa conexão. As startups também possuem um olhar muito focado na experiência dos usuários. Assim, espero que todos tenham feito bons contatos aqui.

Ensino Privado: – “Fernanda, e sobre o Guia EAD Brasil, vocês também são uma startup, por assim dizer, como esta esta relação de vocês virem até aqui, é um ambiente perfeito para vocês, como vocês estão entendendo o mercado de EAD hoje?”

Fernanda Furuno: – “Eu já trabalho com educação à distância há 20 anos. Sempre trabalhei em instituições de ensino e a gente lançou em 2001 a primeira versão do Guia EAD impresso, na Anhembi Morumbi, onde eu trabalhava. E ano passado a gente retomou o projeto e lançamos a versão online do Guia EAD Brasil, no dia 27 de Novembro, dia Nacional do EAD. E como tenho bastante entrada neste mercado, eu vejo a dificuldade que as instituições têm em escolher fornecedores, escolher colaboradores, fazer uma seleção exclusiva direcionada para a área de educação à distância, onde o profissional tem perfil específico, as soluções são específicas para atender determinados nichos e a gente resolveu reunir tudo isto no Guia. Então todos podem se cadastrar, fornecedores, professores, nós vamos abrir também um cadastro de Startups, a ideia é fazer conexão. Nós vamos lançar no próximo dia 27 de Novembro a versão 2.0 que funcionará mais como uma rede. Criamos este projeto por amor ao EAD, nós somos em quatro cofundadores, uns entraram com a parte de tecnologia, outros com a parte de conteúdos e, assim, nós oferecemos essa ferramenta de soluções e busca para o EAD.”

Para conhecer mais sobre o Guia EAD Brasil acese ->

Assista a entrevista do Guia EAD Brasil:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.