Formatação nas normas da ABNT: como fazer em 5 passos

Compartilhe esse post:

A formatação nas normas da ABNT é uma questão quase tão importante quanto o conteúdo de um trabalho acadêmico. Seja ele artigo, resenha ou o próprio TCC.

Sobretudo trabalhos como TCC, que são cheios de detalhes como capa, folha de rosto, sumário, listas, margens, etc., exigem um cuidado maior com a formatação.

Atualmente é comum encontrarmos templates ou arquivos já formatados, onde apenas se deve inserir o texto.

Entretanto é inevitável que se faça muitas alterações neste arquivo (muitas mesmo). O que certamente vai desconfigurar e gerar mais trabalho que começar algum do zero.

Pensando nisso nós elaboramos este post com todo o carinho, para que você tenha as melhores dicas sobre como formatar o seu trabalho nas normas da ABNT.

1- Não deixe a formatação apenas para o final

Antes de tudo não se iluda! Não inicie focando no conteúdo e escrevendo por meses qualquer letra, com inúmeros espaçamentos e cores de fundo.

Jamais “deixe para depois”.

Porque se você for empurrando essa parte chatinha é possível que quando chegue a hora de fazer você não tenha mais energia pra isso.

Quando abrir o arquivo, caso vá utilizar um editor tradicional, já busque formatar as páginas, margens, espaçamentos e fonte.

Esta formatação será a básica para todo o trabalho.

Entretanto, caso você utilize uma citação direta longa ou notas de rodapé a formatação será um pouco diferente e você pode acompanhar neste guia.

2- Tenha atenção ao copiar e colar conteúdos

Em algum momento do desenvolvimento do seu trabalho você precisará copiar e colar algum trecho. Seja da internet ou de outro arquivo.

Por isso, saiba que a grande maioria dos editores de texto mantém a formatação da página de onde o conteúdo foi copiado.

Por isso, toda vez em que você colar no seu trabalho qualquer conteúdo é importante corrigir imediatamente a formatação.

Além disso você pode utilizar a função de colar especial, com o Ctrl+shift+v.

Geralmente você deve ficar atento ao tamanho da fonte, tipo da fonte, cor do texto e espaçamento entre as linhas.

3- Formate e referencie suas citações no decorrer

Além de configurar a sua página no começo do trabalho, se policie para formatar e referenciar as citações no decorrer.

Por exemplo, no caso de uma citação direta curta já coloque entre aspas.

Se for uma citação direta longa, já diminua a fonte para o tamanho 10 e recue a margem do parágrafo para 4 ou 6 centímetros.

Neste mesmo sentido, já que você estará com a “mão na massa”, aproveite e adicione a obra consultada na lista de referências no momento da citação.

Caso não faça dessa forma, a chance de esquecer ou deixar de constar alguma referência será muito grande.

O cenário ideal é que essa lista de referências já seja elaborada em ordem alfabética desde o começo.

Até este ponto: EVITE ACÚMULO DE TAREFAS.
A partir deste ponto: EVITE RETRABALHO.

4- Alguns elementos podem ser finalizados apenas ao final

A dica de não formatar o seu trabalho apenas ao final tem algumas exceções.

A primeira delas é a numeração das ilustrações, que pode ser feita apenas nas últimas versões do trabalho

Assim como gráficos, tabelas e fotografias, porque, ao final, a paginação mudará e elas mudarão de lugar.

Para não precisar adicionar ou remover os números com frequência é mais prático fazer a numeração destes elementos apenas na última versão do trabalho.

Neste mesmo sentido, a paginação do sumário e das listas (caso vá configurar isso manualmente), devem ser as últimas coisas a fazer antes de entregar o trabalho.

Igualmente a paginação muda constantemente e não faz sentido se preocupar atualizando o sumário ou as listas de ilustração todo o tempo em que houver alteração.

5 – Use o Mettzer

A última, e mais importante dica, é: use o Mettzer.

Faça um favor para a sua saúde mental e tenha acesso a este editor de texto criado especialmente para formatar os trabalhos nas Normas ABNT.

Aqui a maior parte da formatação é feita de forma automática. Desde o sumário até às citações!

No Mettzer a estrutura do trabalho já vem pré organizada.

Além disso, a ferramenta também ajuda os professores nas orientações dos trabalhos. Muito mais produtividade.

Está é, sem dúvidas, a maneira mais eficaz de poupar tempo com as Normas ABNT.

Para conhecer o nosso editor de texto clique aqui.

Todas estas dicas que nós falamos neste post, apesar de serem ótimas, não seriam necessárias no Mettzer.

Vale a pena conhecer e fazer um teste gratuito por 7 dias!

Resumo
Artigo
Formatação nas normas da ABNT: como fazer em 5 passos
Descrição
A formatação do seu trabalho acadêmico não pode ser uma missão impossível. Neste post você encontra as 5 principais dicas de como fazer a formatação ABNT.
Autor
Publicador
Mettzer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.