Mestrado profissional: o que é, processo seletivo e regulamentação

Compartilhe esse post:
Tempo médio de leitura: 6 minutos

O Mestrado Profissional (MP) é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais nas diversas áreas do conhecimento.


Mestrado profissional: o que é?

Por sua vez, o Mestrado Profissional (MP) é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais nas diversas áreas do conhecimento.

Para isso, utiliza o estudo de técnicas, processos e temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho.

Porque o objetivo principal é contribuir com o setor produtivo nacional, agregando um nível maior de competitividade e produtividade às empresas e organizações, tanto públicas quanto privadas.

Diferença entre Mestrado profissional e Mestrado

O mestrado é um curso de pós graduação destinado a formar pesquisadores em áreas específicas do conhecimento. Na hierarquia dos graus acadêmico, o mestrado está entre a licenciatura ou bacharelado e o doutorado.

Assim, é um grau acadêmico concedido por uma instituição de ensino superior. Por isso, o mestrado é considerado um curso de pós-graduação stricto sensu.

Estrutura curricular do mestrado profissional

Pela especifidade, as propostas de cursos novos na modalidade Mestrado Profissional devem apresentar uma estrutura curricular que enfatize a articulação entre conhecimento, domínio da metodologia e aplicação orientada para o campo de atuação profissional específico.

Para atender essa necessidade, uma parcela do quadro docente deve ser constituída de profissionais reconhecidos em suas áreas de conhecimento.

O reconhecimento em questão não é apenas acadêmico, mas especialmente pela atuação profissional destacada em campo pertinente ao da proposta do curso.

Essas especificidades do Mestrado Profissional exigem que o acompanhamento e a avaliação sejam feitos com base em critérios diferentes do mestrado acadêmico.

A autorização, reconhecimento e renovação dos cursos de mestrado profissional são feitos pela avaliação da CAPES de acordo com as exigências previstas na legislação.

Diploma e dissertação

Ao completar o curso de mestrado você receberá o título de mestre ou mestra na área específica que foi estudada.

Para tanto, deve-se apresentar uma dissertação sobre determinado tema que seja de interesse para o ramo de estudo escolhido.

Neste caso, o trabalho final deverá obrigatoriamente estar vinculado a problemas reais da área de atuação, com a natureza da área e a finalidade do curso, podendo ser apresentado em diversos formatos, mas geralmente em estudo de casos.

Além de escrever a dissertação, ela também deverá ser defendida em uma banca qualificada.

Qual é o tempo de um mestrado profissional?

A duração de um curso de mestrado é de 18 a 24 meses. Em alguns mestrados profissionais o curso pode durar de 12 a 18 meses.

Por que fazer um Mestrado Profissional?

O mestrado profissional oportuniza aprofundar conhecimentos teóricos e práticos da sua área de atuação, além de permitir que o aluno alcance o mais alto nível profissional.

Neste sentido, ele proporciona uma sólida formação intelectual junto com a possibilidade de testar teorias, desenvolver ferramentas e trocar conhecimentos com outros profissionais.

Portanto, a exigência sobre o aluno é alta, então não é recomendado para quem deseja apenas um diploma.

Mestrado Profissional ou MBA?

O MBA, do inglês Master Business Administration, é um curso de Pós-Graduação lato sensu no Brasil.

O MEC não considera o MBA como um curso de Mestrado por não obter os fundamentos científicos, como o projeto e a dissertação, por exemplo.

O objetivo maior do MBA é formar líderes empresariais.

Por isso é indicado para criar um gestor com ferramentas estratégicas e executivas para os negócios.

Isso abrange um conhecimento mais amplo, onde os estudos de casos são motivados a capacitarem os alunos para a tomada de decisões corretas.

Já, no Mestrado Profissional o enfoque é um forte embasamento conceitual e analítico a respeito dos problemas, o que se dá pelo processo científico, propondo técnicas e aplicações baseadas no conhecimento empírico.

Entretanto, é sim possível cursar um mestrado profissional ao mesmo tempo que se mantém um emprego em turno integral.

Ademais, para quem deseja seguir a vida docente ou carreira acadêmica, o mais indicado é um mestrado tradicional, não o profissional.

Regulamentação do mestrado profissional CAPES

A Resolução nº 7, de 11 de dezembro de 2017 estabelece as normas para o funcionamento de cursos de pós-graduação stricto sensu.

Segundo o art.2º Os cursos de mestrado e doutorado podem ser organizados pelas instituições sob a modalidade de cursos profissionais.

Além disso, conforme o parágrafo 1º, a avaliação e o reconhecimento dos cursos deverão levar em consideração os seguintes quesitos:

I – a capacitação profissional qualificada para práticas avançadas, inovadoras e transformadoras dos processos de trabalho, visando atender às demandas sociais, econômicas e organizacionais dos diversos setores da economia;

II – a transferência de conhecimento para a sociedade de forma a atender às demandas sociais e econômicas, com vistas ao desenvolvimento nacional, regional e local;

III – a contribuição para agregação de conhecimentos de forma a impulsionar o aumento da produtividade em empresas, organizações públicas e privadas;

IV – a atenção aos processos e procedimentos de inovação, seja em atividades industriais geradoras de produtos, quanto na organização de serviços públicos ou privados.

Instituições credenciadas (ead)

Ainda, a mesma resolução estabelece em seu art. 3º que as instituições credenciadas para a oferta de cursos a distância poderão propor programas de mestrado e doutorado nesta modalidade.

Em primeiro lugar, as atividades presenciais poderão ser realizadas na sede da instituição ofertante, em polos de educação a distância ou em ambiente profissional, regularmente constituídos, atendendo aos requisitos da organização da pesquisa adotada pela instituição e em conformidade com a legislação e as normas vigentes da pós-graduação stricto sensu.

Em segundo lugar, caberá à Capes a definição dos procedimentos avaliativos referentes aos cursos de mestrado e doutorado na modalidade de Educação a Distância (EaD).

Igualmente caberá à Capes a definição dos procedimentos avaliativos referentes aos cursos de mestrado e doutorado profissionais, conforme a legislação e normas vigentes da pós-graduação stricto sensu.

Mestrado profissional no ensino à distância (ead)

Assim, com a ajuda das novas tecnologias de informação e comunicação, o número de cursos de mestrado profissional à distância vem crescendo.

Está é uma modalidade de ensino não-presencial, ou seja, é dispensável a presença física de um professor ou tutor para ministrar as aulas, podendo ser assistidas a partir de computadores em qualquer lugar do mundo, por exemplo.

Entretanto, é necessário que a instituição siga algumas determinações do MEC (Ministério da Educação) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Já a metodologia dos cursos de mestrado profissional EaD deve variar de acordo com o programa da instituição que o oferece.

Mesmo sendo à distância, essas aulas têm encontros e atividades presenciais como provas, qualificação e apresentação da dissertação (sendo que pelo menos um professor da banca deve ser de fora da instituição).

Para poder oferecer um curso de mestrado a distância, a instituição de ensino precisa ser reconhecida pelo MEC. Além disso de submeter o programa à autorização da Capes e comprovar que mantém um grupo de pesquisa na mesa área de conhecimento do curso oferecido.

Se cumpridas essas premissas, o diploma do mestrado EaD terá a mesma validade que o curso presencial.

Para que serve o Mestrado Profissional?

Objetivamente, os objetivos estão listados no artigo 4º da mesma portaria:

I – capacitar profissionais qualificados para o exercício da prática profissional avançada e transformadora de procedimentos, visando atender demandas sociais, organizacionais ou profissionais e do mercado de trabalho;

II – transferir conhecimento para a sociedade, atendendo demandas específicas e de arranjos produtivos com vistas ao desenvolvimento nacional, regional ou local;

III – promover a articulação integrada da formação profissional com entidades demandantes de naturezas diversas, visando melhorar a eficácia e a eficiência das organizações públicas e privadas por meio da solução de problemas e geração e aplicação de processos de inovação apropriados;

IV – contribuir para agregar competitividade e aumentar a produtividade em empresas, organizações públicas e privadas.”

Como funciona o processo seletivo?

Para ser admitido como aluno do mestrado profissional, o aluno deve passar por um processo seletivo.

A instituição de ensino tem certa liberdade para definir como será essa seleção, mas geralmente ela ocorre com as seguintes etapas:

  • Análise da documentação, geralmente composta por documentos de identificação, currículo lattes, diploma e histórico escolar e proposta de projeto de pesquisa;
  • Prova escrita, podendo ser tanto objetiva quanto descritiva a depender do edital;
  • Segunda língua, geralmente inglês;
  • Entrevista.

Formatação automática de dissertação nas normas da ABNT

Uma pós-graduação vai te ajudar, e muito, para alavancar a sua carreira e te aproximar cada vez mais de um trabalho que goste.

Por isso, é necessário que a sua produção científica não pare, além de, é claro, que a dissertação se destaque.

Para isso, conte com o Mettzer, o editor que formata automaticamente qualquer trabalho nas normas ABNT.

Resumo
Artigo
Mestrado profissional: o que é, processo seletivo e regulamentação
Descrição
O Mestrado Profissional (MP) é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais nas diversas áreas do conhecimento.
Autor
Publicador
Mettzer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.