Você sabia que as normas  ABNT mudam de tempos em tempos? É sempre importante conhecer as normas por completo, inclusive detalhes pequenos que pode passar despercebidos. Quer saber o que mudou nas normas ABNT 2018? Então vamos lá!

Por que mudar?

As normas ABNT são constantemente alteradas por uma série de motivos diferentes, dependendo da alteração. O mais comum é que determinadas regras estejam ultrapassadas e precisem ser alteradas devido a novas relações. Isso aconteceu muito nos anos em que os editores de texto e a utilização dos computadores estavam crescendo.

Outra possibilidade é que as normas tenham entrado em conflito com outras. Nesse caso, quando existem regras que podem estar se confundindo ou causando mais problemas do que soluções, a ABNT altera as indicações para que tudo fique mais simples.

Por fim, existem os casos em que as normas mudam simplesmente por necessidade de incluir questões novas e antes não previstas nas regras ABNT.

O que não mudou nas normas ABNT 2018

A ABNT tenta não alterar muito drasticamente suas indicações, pois isso implicaria em grandes dificuldades para trabalhos que começaram a ser realizados em um período anterior e terão que ser readequados.

Uma coisa que nunca muda nas regras ABNT são os elementos presentes no trabalho. Você pode sempre esperar pela exigência de Capa, Resumo, Introdução, Desenvolvimento, Conclusão e Referências.

Continua também necessário o uso de uma Folha de Aprovação na ocasião da entrega para a banca examinadora.

O que mudou nas normas ABNT 2018

Na chamada Folha de Rosto, que vem logo após a Capa, as regras ABNT formalizaram o que antes era uma recomendação: passa a ser obrigatório que a chamada “nota explicativa” esteja em alinhamento justificado.

No Resumo, foi também formalizada a indicação de que se mantenha dois espaços entre o texto e o título do elemento. Antes, as regras ABNT não previam de quanto esse espaço precisaria ser.

Os elementos textuais

Os chamados elementos textuais são a Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão. Eles correspondem à maior parte do TCC e quase nunca são alterados nas regras ABNT.

As normas ABNT 2018 mantiveram as mesmas padronizações dentro desses elementos, apesar de já a algum tempo os especialistas pedirem uma formalização de regras referentes à divisão dos mesmos em capítulos.

A ideia seria criar uma regra para um tamanho máximo de cada elemento antes que ele precisasse ser dividido em capítulos, obrigando a leitura a ficar mais dinâmica e evitando textos longos e sem fim. Por enquanto, o autor segue livre para dividir apenas se quiser.

Referências

As normas ABNT 2018 seguem sem alterar nenhuma regra sobre o uso de referências, uma vez que elas são geralmente consideradas o elemento que atualmente funcionam melhor.

Na verdade, as indicações das regras ABNT sobre referências ecoam os pedidos dos estudiosos da biblioteconomia, pois facilitam a pesquisa dos arquivos de onde as informações foram retiradas.

Outra regra que poderia ser alterada, mas não foi, foi a forma de dar nome a apêndices e anexos. Eles continuam sendo obrigatoriamente nomeados por letras maiúsculas, por exemplo: apêndice A. Algumas pessoas acreditam que a ABNT deveria flexibilizar essa regra.

As regras de formatação do texto e as referentes ao uso de citações também seguem inalteradas.

Parece muita coisa para se adaptar? Calma, você pode contar com o Mettzer, um editor de textos especializado em artigos acadêmicos e que segue as normas ABNT 2018.

Com a ajuda dele você pode perder menos tempo se preocupando em formatar o seu TCC e se dedicar mais ao conteúdo. Se interessou e quer fazer uma experiência grátis? Então se cadastre no link abaixo.

Summary
Article Name
Conheça as atualizações feitas na normas ABNT em 2018
Author
Publisher Name
Mettzer