Et al.: significado e exemplos de citações em trabalhos acadêmicos

Compartilhe esse post:

Quando estamos escrevendo o TCC acabamos entrando em contato com uma série de termos até então desconhecidos, que não usamos no nosso dia-a-dia ou na nossa comunicação verbal.  Este é o caso, especialmente, do et al., op. cit., ibid., id., apud.

A primeira vez que vemos parece que é uma brincadeira de mal gosto, porque pra gente simplesmente não faz sentido.

E até pode não fazer sentido, mas a verdade é que o uso dessas expressões já está mais que popularizado em termos acadêmicos, e que possivelmente não vai mudar tão cedo.

Pensando nisso, trouxemos esse tema para o nosso blog, para ajudar você a utilizar o et al. no seu TCC, ou compreender o que ele estava fazendo no livro ou artigo que você estava lendo.

Afinal, o TCC não é apenas um trabalho de escrita, mas também de muita leitura e revisões.

O que é o et al?

 É uma sigla em latim que deve ser utilizada sempre que for feita uma citação ou menção de um texto que tenha autoria de mais de três pessoas.

A utilização da abreviatura é convencionada de modo diferente de acordo com a norma, padrão ou formato que indica a sua utilização.

Pode variar desde a quantidade de autores que a produção deve possuir para que o “et al.” seja empregado até o modo como este deve ser apresentado.

Quando falamos de “normas” nos referimos especialmente à Norma Portuguesa (NP) 405-1 e à Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) NBR 6023:2002.

Por que é chamado “et al”?

Conforme citado anteriormente, a origem é uma expressão em latim.

Como a língua portuguesa deriva do latim, é muito comum encontrarmos esse tipo de expressão, então, por mais que complique um pouco a nossa vida, no fundo tudo isso faz bastante sentido.

O et al. é uma abreviatura que representa três expressões em latim que são de diferentes gêneros:

  • et alii (“e outros”, masculino plural)
  • et aliae (“e outras”, feminino plural)
  • et alia (neutro plural)

Neste caso, geralmente se indica nominalmente o primeiro autor, seguido da abreviatura et al.

Quando usar?

Não há uma única forma de se utilizar a expressão.

Conforme a ABNT (2002, p. 14) é facultativa a menção a todos os autores, especificamente, em “projetos de pesquisa científica, indicação de produção científica em relatórios para órgãos de financiamento etc.”

Assim, é importante conferir as regras padrões para a utilização do et al. de acordo com a norma requerida na sua instituição de ensino.

Mas no geral o termo pode ser utilizado sempre que a norma obrigar a abreviação para um determinado número de autores.

Isso pode ser no corpo do texto, em nota de rodapé ou nas referências finais.

Veja os exemplos abaixo.

Exemplos de citação 

Trouxemos quatro exemplos de modelos de referências conforme a norma ABNT NBR 6023:2002 para melhor ilustrar:

1 autor – (SOBRENOME, Nome, ano);
2 autores – (SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome, ano);
3 autores – (SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome, ano);
4 ou mais autores – (SOBRENOME, Nome, et al., ano).

No exemplo acima vemos que a utilização do et al. se aplica a uma referência bibliográfica.

Mas, conforme dito anteriormente, a expressão pode ser utilizada em citações no corpo do texto e em outros momentos quando necessário.

O mais importante é que a utilização do et al. seja feita no TCC apenas quando necessário.

Ou seja, se houver a possibilidade de informar o nome completo dos autores, como no exemplo de três autores, a expressão et al. não deve ser usada.

Já, se houver mais de três autores é importante abreviar essa informação utilizando o et al.

a) Abreviação no corpo do texto:

Além da indicação de autores nas referências bibliográficas, o et al. pode ser utilizado ao longo do texto.

Por exemplo, se o texto apresenta uma citação que possui muitos autores e precisa de abreviação, é utilizado para designar que há muitos autores.

No meio do texto, o termo é aplicado da seguinte forma:

Mettzer et al. (2019) pesquisaram sobre as normas da ABNT e concluíram…

b) Abreviação nas referências finais:

METTZER, et al. O editor de texto que formata o seu trabalho automaticamente nas normas da ABNT. Florianópolis: Editora, 2019.

Essa é mais uma ferramenta que o Mettzer te proporciona!

Quando você cadastra referência ou citação com mais de três autores no editor, ele vai inserir o et al. de forma automática, sem que você precise solicitar.

Com o Mettzer você economiza tempo e dor de cabeça pensando em cada pequeno detalhe da formatação.

Descubra um novo modo de fazer pesquisa! Faça um teste gratuito agora mesmo.

 

Referência: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Informação e documentação -Referências – Elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

Resumo
Artigo
Et al.: significado e exemplos de citações em trabalhos acadêmicos

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.