Anais de evento: tudo o que você precisa saber com dicas

Compartilhe esse post:

No meio acadêmico é muito comum ouvirmos sobre os anais ou proceedings de evento ou congresso.

Eles são bastante acessíveis tanto para publicação como para leitura.

Ótimos trabalhos podem ser encontrados em anais. E o bom é que eles normalmente serão mais atuais e objetivos que os artigos de periódico.

Pensando nisso nós preparamos esse material completíssimo com tudo o que você precisa saber sobre anais de evento em apenas 5 dicas!

Para que servem os Anais de evento?

Primeiramente você deve estar se questionando: pra que servem os anais?

Muito bem, tenha em mente que os eventos acadêmicos têm como objetivo disseminar o conhecimento e incentivar a produção científica.

Desta forma, por meio da publicação dos anais é que os assuntos discutidos podem ser compartilhados com mais pesquisadores. Assim serão tornados públicos também à sociedade.

Os anais, ou proceedings, como vem sido chamados, são uma coletânea com todos os trabalhos, palestras, mesas-redondas e qualquer outro tipo de conhecimento produzido em um evento científico.

Por meio deles você poderá saber os nomes de todas as pessoas que contribuíram para a produção e realização do evento.

Desde quem escreveu o conteúdo, palestrou, participou da comissão científica, entre tantas outras posições que podem aparecer em um evento específico.

Igualmente eles são úteis para pesquisadores e estudantes que podem registrar o trabalho no Currículo Lattes e garantir a pontuação devida.

O trabalho deve ser apresentado no evento para ser publicado nos anais?

Essa com certeza é uma grande dúvida.

Eventualmente enviamos trabalhos para a comissão científica e no retorno não fica claro se precisamos apresentar ou não.

Normalmente os eventos acadêmicos optam por registrar em seus anais apenas os trabalhos apresentados no evento.

Se o trabalho foi escrito em coautoria, geralmente os editais consideram a apresentação de apenas uma das pessoas.

Tudo o que você precisa saber sobre anais de evento ou proceedings

Sabendo para que servem e como realizar uma publicação em anais, é hora de acessar essas 5 dicas incríveis com tudo o que você precisa saber!

1- Não há diferença entre anais e proceedings

Por mais que os nomes nos confundam, no Brasil os dois formatos de trabalho não têm, até o momento, diferença em seu formato.

A única diferença é a origem da palavra porque proceedings bem da língua inglesa.

Obviamente você encontrará este termo caso esteja fora do país ou pretenda submeter o seu trabalho em algum evento internacional.

2- Eles podem ser no formato online ou impresso

Nos últimos anos a maioria dos anais estão sendo disponibilizados em formato online.

Para a democratização do acesso isso é maravilhoso!

Embora não seja você quem vai escolher o formato, mas a organização do evento, ainda é bom que você saiba

Você pode checar essa informação no edital.

3- Eles devem ter ISSN ou DOI

A validade científica dos anais dependem de, pelo menos, o ISSN (International Standard Serial Number).

Que é um código de registro internacional de documentos como os trabalhos científicos.

Já, o DOI (Digital Object Identifier) é um outro tipo de registro. Ele serve para qualquer tipo de arquivo digital, e gera um link permanente .

O DOI é opcional.

Então, antes de submeter o seu trabalho, confira se a publicação terá pelo menos um desses registros para atestar a validade.

4- A publicação pode ser feita como resumo ou trabalho completo

Essa é outra informação importantíssima.

Afinal você pode ter um ótimo resumo que se encaixaria em certo evento, mas se o edital prevê a publicação de trabalho completo, não vai rolar.

Aliás, caso a exigência seja de resumo expandido, saiba diferenciar para não errar e ter o arquivo negado!

O ideal é sempre checar essa informação antes de submeter o trabalho.

Uma boa ideia é utilizar o material que você está pesquisando no TCC para apresentar em um congresso e já obter feedbacks.

5- Muitas vezes o mesmo trabalho não pode ser submetido em congressos diferentes

Em algumas áreas é muito comum realizar a submissão de um mesmo trabalho ou resumo em dois congressos diferentes.

Entretanto essa restrição ou liberação deve ser checada no edital, e caso não esteja clara o ideal é entrar em contato com a organização do evento.

Afinal, caso essa restrição não seja respeitada, você corre o risco de sofrer acusação de autoplágio!

Formatação de trabalhos de forma automática

Os anais de eventos são fundamentais para a disseminação do conhecimento e de novidades na pesquisas das áreas.

E ainda mais fundamental é que o seu trabalho esteja redondinho dentro das normas da ABNT para ser aprovado e publicado!

Cada edital de anais ou proceedings tem um formato específico, entretanto, as normas da ABNT são geralmente cobradas.

Para não perder mais tempo com isso, faça um teste gratuito agora mesmo no Mettzer, o editor de texto que formata qualquer trabalho acadêmico de forma automática!

2 comentários sobre “Anais de evento: tudo o que você precisa saber com dicas”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.