O que é e como fazer um prefácio?

compartilhe

Post atualizado em: 12/01/2024.

O prefácio é um texto que serve para contextualizar a pessoa que está lendo sobre as páginas que virão em seguida.


Sumário:

  1. O que é prefácio?
  2. Quem escrever o prefácio de um livro?
  3. Funções de um prefácio
  4. 4 passos para fazer um prefácio cativante
  5. A Mettzer te ajuda a descomplicar os trabalhos da faculdade

Não é só o mundo acadêmico que está cheio de palavrinhas diferentes e específicas. O universo literário também.

No fim das contas, depois de entender o que é, você percebe que os significados são simples. Você só precisa saber quais são.

É por isso que escrevi esse texto para te explicar o que é um prefácio. De bônus, também te expliquei como escrever um bom prefácio.

Vamos lá? 🙂

O que é prefácio?

O primeiro passo é entender o significado de prefácio. A origem da palavra vem do latim e significa prae (antes) efatio (ditos). Quer dizer: literalmente, prefácio significa aqui que é dito antes de uma história.

Em outras palavras, é um texto que serve para contextualizar a pessoa que está lendo o texto sobre as páginas que virão em seguida.

Então, dentro de um livro, o prefácio se localiza nas páginas que antecedem o começo da história principal. É literalmente o começo do livro.

Nesse sentido, o prefácio pode apresentar uma justificativa para contar uma história ou para escolher o tema, por exemplo. Ou pode ser sobre a experiência da pessoa autora ao escrever e publicar o texto.

Quem escrever o prefácio de um livro?

No caso de um livro, o prefácio pode ser escrito pela pessoa autora ou por outra pessoa convidada. Não existe uma regra sobre isso.

Essa escolha depende do assunto e dos objetivos do livro. Em ambos casos existem vantagens específicas.

Quando a própria pessoa autora escreve, é possível conhecer um pouco melhor sobre ela antes da história. É provável que ela use esse espaço para se apresentar e contar os bastidores do livro.

Nesse caso, as pessoas que estão lendo se sentem mais próximas e podem criar expectativas positivas sobre o livro. Cria-se, portanto, uma conexão interessante.

Por outro lado, quando outra pessoa escreve, o livro ganha bastante credibilidade. Principalmente quando é uma pessoa escritora famosa que escreve.

Isso funciona muito como uma indicação de alguém com autoridade no assunto, sabe?

Funções de um prefácio

Antes de começar aos passos para escrever um prefácio, é importante entender quais são as funções dele. Isso pode te ajudar muito no processo de escrita.

Um bom prefácio deve:

1. Apresentar alguns detalhes sobre a pessoa que escreveu o livro

É importante que a pessoa leitora crie uma conexão com a autora. Isso pode ajudar, inclusive, a entender melhor sobre a história ou sobre os argumentos do livro.

Então, os prefácios podem apresentar diretamente a história da autora ou falar sobre qual contexto se tomou a decisão de escrever o livro. Ou sobre as principais inspirações.

De uma forma ou outra, a história e a inspiração da pessoa autora dá um direcionamento sobre as intenções e sobre os motivos do livro.

2. Fazer uma breve introdução sobre o livro

O prefácio deve justificar o motivo do livro. Por que ele foi escrito? Por que se decidiu escrever a partir de específica abordagem? Qual é o motivo da escolha pelo tema?

3. Contextualizar a escrita

O prefácio também deve trazer as prerrogativas através das quais o livro se baseia. A partir de onde o livro está falando?

Esse é o ponto de trazer o contexto político e social do livro e da história, por exemplo.

4. Fazer uma provocação

Por fim, o prefácio deve instigar a pessoa leitora a continuar a leitura. Isso é muito importante.

A provocação pode acontecer de diversas formas: através de curiosidade e de admiração. A pessoa pode ficar com uma dúvida para responder. Pode ficar interessada pelo tema.

4 passos para fazer um prefácio cativante

Agora você já sabe o que é um prefácio e quais as funções desse elemento, mãos à obra.

Aqui estão as dicas de como fazer um bom prefácio:

Tenha em mente que esse é o seu prefácio

Bom, embora o prefácio tenha algumas funções específicas, você não pode esquecer que ele deve trazer a sua autenticidade e o seu jeito. Não existe um modelo ideal.

As necessidades de cada prefácio dependem do livro e da pessoa autora. São diferentes em cada um dos livros.

Então, não é possível seguir um modelo específico de prefácio. Você deve partir das suas características específicas e das características do livro.

Lembre-se que prefácio é uma introdução do livro. Mas não é só isso.

O prefácio vem no começo de um livro. Por esse motivo, ele não deixa de ser uma introdução à história que vem em seguir.

Mas não é só isso. A própria história – escrita pela pessoa autora – já deve fazer uma introdução própria.

Então, o prefácio tem outras funções além de simplesmente introduzir a história do livro. Você, inclusive, já conhece todas essas funções né?

Contextualize o livro

O prefácio deve apresentar uma contextualização sobre o texto que virá em seguir. Existem diversas formas de fazer isso.

No entanto, de forma geral, você deve conscientizar sobre o que as pessoas podem esperar da história.

Então, por exemplo, em um livro sobre uma história de uma época histórica específica, é importante apresentar o contexto social, político e histórico da época.

Se o prefácio for escrito pela própria pessoa autora, pode trazer as inspirações para escrever o livro. Ou então contar a experiência do processo criativo.

Desperte a curiosidade de quem está lendo

O prefácio é responsável por gerar a vontade da pessoa em continuar a ler o livro. Como você já sabe, existem diversas formas de fazer isso.

As pessoas podem ficar interessadas para ler o livro em razão de uma curiosidade pelo final da história ou em razão dos ensinamentos que o livro promete trazer. Isso depende do contexto do próprio livro.

A Mettzer te ajuda a descomplicar os trabalhos da faculdade

A rotina da faculdade pode ser muito gratificante e acolhedora, quando feita de forma coletiva e com afeto.

Sabe quem pode te ajudar nesse caminho? A Mettzer

Nós temos as ferramentas que você precisa para deixar sua vida acadêmica mais leve.

Afinal, o editor de texto de Mettzer formata qualquer trabalho acadêmico — automaticamente — nas normas ABNT.

Isso mesmo, formatação automática da capa até as referências 😉

Além disso, nosso editor gera citações e referências de maneira automática para você! 

Assim, você não precisa se preocupar com os detalhes exigidos pela ABNT e pode dedicar seu tempo para o que realmente importa: pesquisar e desenvolver o conteúdo do seu trabalho.

Inclusive, você pode começar seu texto a partir de um modelo de trabalho – seja um TCC, uma monografia, dissertação e até tese.

Ah, e tem mais — a Mettzer conta também com um verificador de plágio para garantir a originalidade dos seus trabalhos acadêmicos.

Incrível, né?!

Você pode fazer um teste gratuito por 7 dias 🙂

compartilhe

5 comentários em “O que é e como fazer um prefácio?”

  1. Cara, na língua portuguesa “autores” é o plural que engloba tanto o autor homem quanto a autora mulher.
    Sugiro estudar gramática primeiro antes de escrever asnices na internet.

    Responder
    • Oi, José. Tudo certo? Aqui tentamos ao máximo utilizar uma linguagem neutra, afinal, não existem apenas autores. Autoras também são existentes e precisamos incluí-las 🙂

      Responder
      • Cara, na língua portuguesa “autores” é o plural que engloba tanto o autor homem quanto a autora mulher.
        Sugiro estudar gramática primeiro antes de escrever asnices na internet.

        Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Teste agora nosso editor que formata trabalhos nas Normas da ABNT e APA

Modelos customizáveis de acordo com sua universidade