Grupo de pesquisa: o que é e por que participar de um?

5
(3)

Grupo de pesquisa é uma organização de pessoas para desenvolver pesquisas e trabalhos acadêmicos em determinada área do conhecimento.


Talvez sua avó já tenha te avisado que “Se quiser ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo”.

Na pesquisa científica não é diferente. Os grupos de pesquisa fornecem ferramentas importantes para desenvolver habilidades de estudantes dentro do mundo acadêmico, a partir de conceitos de colaboração e de coletividade.

No fim das contas, a importância dos grupos de pesquisa ultrapassa o mundo acadêmico e alcança até a carreira profissional.

Pensando nisso, nós preparamos esse material para explicar o que você precisa saber sobre um grupo de pesquisa. Quem sabe, ao final, você não decida participar de um?

O QUE SÃO OS GRUPOS DE PESQUISA?

O grupo de pesquisa representa uma comunidade de pesquisa. Ou seja: é a organização de pesquisadores e estudantes em torno de uma ou mais linhas de pesquisa de uma área do conhecimento.

É possível reconhecer um grupo de pesquisa por diversos sinônimos: núcleos de estudo, grupos de trabalho, grupos de estudo, laboratórios de estudos, laboratórios de pesquisa.

A organização hierárquica dos grupos de pesquisa respeita critérios de experiência e liderança em determinada linha de pesquisa.

Então, de forma geral, o pesquisador líder do grupo é o professor que tem mais experiência no tema do grupo. Normalmente, o líder tem a responsabilidade de coordenar e planejar os trabalhos de pesquisa do grupo.

Regulamentação dos grupos de pesquisa pelo CNPq

No Brasil, os grupos de pesquisa são regulamentados pelo CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico. O CNPq tem como objetivo fomentar a pesquisa científica, incentivar a formação de pesquisadores no país e sistematizar os grupos de pesquisa no país.

O CNPq define o grupo de pesquisa como um conjunto de pessoas organizadas de forma hierárquica, que, de alguma forma, compartilham instalações e equipamentos, em que há envolvimento profissional e permanente com atividades de pesquisas, em torno de linhas de pesquisa comuns.

De forma oficial, só são considerados grupos de pesquisas aqueles que estiverem devidamente cadastrados e registrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq.

No censo de 2016, estavam registrados 37.640 grupos de pesquisa no CNPq.

O que é o Diretório dos Grupos de Pesquisa?

O Diretório dos Grupos de Pesquisa é a base de dados mantida pelo CNPq das informações sobre os grupos de pesquisas do Brasil.

As informações do Diretório referem-se às pessoas que participam dos grupos, às linhas de pesquisa, às especialidades do conhecimento, aos setores de aplicação e às produções científicas dos grupos de pesquisa.

O Diretório possui duas finalidades principais:

Interação com a comunidade

É um instrumento de troca e divulgação de informações com as pessoas

Planejamento e gestão de atividades

É uma ferramenta para planejar e gerencias as atividades acadêmicas.

Como cadastrar um grupo de pesquisa no CNPq

O cadastro do grupo de pesquisa é feito pelo líder do grupo, através de um formulário eletrônico padronizado. Para ter acesso ao formulário, o líder precisa ser previamente autorizado pelo Dirigente de pesquisa de sua instituição e acessar o Portal do Diretório do Grupo de Pesquisa na Plataforma Lattes através de seu CPF e senha (que são os mesmos utilizados para acessar ao Currículo Lattes):

Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq

Estando cadastrado como líder na instituição, o acesso ao formulário fica automaticamente liberado.  

Se você é líder de grupo de uma instituição e ainda não está cadastrado como participante do Diretório, o primeiro passo é procurar o seu Dirigente institucional de pesquisa (em geral o pró-reitor, superintendente, diretor, vice-presidente, coordenador de pesquisa ou equivalente), responsável pelo processo de identificação e cadastro de líderes e pela certificação dos grupos de pesquisa.

Como fazer buscas de grupos de pesquisa no Diretório do CNPq

Para buscar um grupo de pesquisa no Diretório do CNPq, basta acessar à página de consulta no Portal do Diretório:

Buscas Diretório CNPq

­­­­Depois, basta você inserir algum termo de busca. A consulta pode ser feita pelo nome do grupo, pelo nome da linha de pesquisa, pelo nome do líder, do pesquisador, etc.

Pronto! É só clicar em pesquisar e aparecerão todos os grupos de pesquisa referentes àqueles termos.

Qual é o objetivo doS grupos de pesquisa?

O objetivo do grupo de pesquisa é desenvolver pesquisas científicas, de forma colaborativa e coletiva, a partir do compartilhamento de temas de estudo e de linhas de pesquisa.

Isto é, a organização de pesquisadores e estudantes tem o objetivo de desenvolver pesquisas e trabalhos acadêmicos dentro do mesmo tema de pesquisa.

Por exemplo, na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC existe o GECA-UFSC, que é o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Educação do Campo e Agroecologia. O GECA é formado por pesquisadores e estudantes que desenvolvem pesquisas, eventos, trabalhos e atividades acadêmicas, com o objetivo de estudar a formação de professores para as escolas do campo, articulando princípios da agroecologia.  

Como funcionam os grupos de pesquisa?

Para alcançarem seus objetivos, os participantes de um grupo de pesquisa marcam reuniões, debatem temas, trabalham, interagem em um projeto em comum.

De forma geral, os resultados de um grupo de pesquisa são eventos, atividades, pesquisas, artigos, trabalhos, livros acadêmicos e científicos.

Qual é a importância de participar de um grupo de pesquisa?

Sem dúvidas, a participação em um grupo de pesquisa pode trazer grandes benefícios para sua carreira acadêmica e profissional.

Afinal, é uma oportunidade incrível de conviver com outros estudantes e pesquisadores e desenvolver habilidades diferentes dos conhecimentos aprendidos em sala de aula. Sem contar que é uma chance de se aprofundar em temas que são do seu interesse.

Pensamos em uma lista de ótimas seis razões para você participar de um grupo de pesquisa:

Para se aprofundar em um tema de seu interesse

Durante a graduação ou a pós-graduação, os estudantes têm acesso a diversos conteúdos. Em todas as disciplinas, têm compromissos com provas, trabalhos e avaliações. No entanto, os temas tratados em sala de aula, de forma geral, respeitam a ordem preestabelecida em um currículo formal.

Dessa forma, os cursos fornecem uma base geral sobre os assuntos que são propostos. No entanto, dependendo do currículo de sua universidade, alguns assuntos não são tão aprofundados.

Então, no grupo de pesquisa é possível se aprofundar em algum tema de seu interesse, a partir de todas as atividades desenvolvidas no grupo.

Para se preparar para o TCC

Nos grupos de pesquisa são desenvolvidas diversas atividades relativas à pesquisa científica. Seja em relação ao aprofundamento de temas a partir de leituras e discussões no grupo de pesquisa ou no desenvolvimento de atividades, como a produção de um artigo científico.

Sendo assim, a participação em um grupo de pesquisa é uma preparação importante para a confecção de um TCC, especialmente pelo desenvolvimento de habilidades de iniciação na pesquisa científica.

Para ampliar a rede de contatos e relacionamentos

O convívio com professores, pesquisadores e estudantes no grupo de pesquisa é uma forma de ampliar a rede de relacionamentos e contatos dentro da universidade.

Isso quer dizer que os grupos de pesquisa podem ser ferramentas importantes para garantir futuras oportunidades de trabalho, por exemplo.

Para iniciar na pesquisa científica

Como já foi dito, a participação em grupos de pesquisa auxilia no desenvolvimento de habilidades de iniciação na pesquisa científica.

Isso porque os participantes do grupo de pesquisa desenvolvem atividades típicas da pesquisa científica. Por exemplo, escrever artigos, organizar eventos acadêmicos, participar de congressos e debates.

E mais: todas essas atividades podem ser incluídas no Currículo Lattes. Então, também é uma oportunidade de enriquecer o currículo e se diferenciar entre os estudantes de sua área.

Para compartilhar informações com as pessoas do grupo

A convivência com outras pessoas do grupo de pesquisa, sejam pesquisadores, professores ou outros estudantes, possibilita o compartilhamento de informações.

Essas informações se referem aos textos e as novas leituras sobre o tema, mas também relacionadas aos procedimentos das pesquisas científicas, ao funcionamento do ambiente acadêmico e às notícias referentes aos assuntos estudantes.

Para desenvolver uma visão crítica

Ao participar de um grupo de pesquisa, os estudantes têm acesso a diferentes textos e informações que possibilitam o contato com diferentes pontos de vista. Isso contribui para a construção de uma visão mais crítica e analítica sobre os assuntos.

Formatação automatizada de trabalhos acadêmicos para cientistas

A produção dos grupos de pesquisa passa, obrigatoriamente, pela produção científica. E para que a produção científica atinja seu objetivo, deve ser publicizada por meio de artigos científicos, publicação em anais, livros, dentre muitos tipos de trabalhos acadêmicos e tipos de pesquisa.

Se você precisa desenvolver uma pesquisa científica, conte conosco para otimizar a sua produção. O Mettzer é o melhor editor de textos do mercado, que formata de forma automatizada qualquer trabalho nas normas ABNT.

Assim, você ganha tempo e tranquilidade e pode se dedicar exclusivamente à sua pesquisa.

Se interessou? Faça um teste gratuito agora mesmo.

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

3 comentários em “Grupo de pesquisa: o que é e por que participar de um?”

  1. Bom dia! eu tenho uma dúvida que pode parecer idiota, mas é uma dúvida real: como faço para participar de um grupo de pesquisa sendo graduada e não estando vinculada a nenhuma instituição no momento? Há algum processo seletivo, se sim, aonde encontro a forma de ingresso?

    Responder
    • Oi, Maria Eduarda.

      Não é uma dúvida idiota. Primeiro, porque nenhuma dúvida é.
      Depois, o acesso aos grupos de estudo é realmente bastante confuso.

      Mas, vamos lá. Isso vai depender muito do grupo de estudos que você quiser participar.

      Então, é importante você escolher um grupo de estudo a partir do tema que você quer pesquisar, da relevância da produção científica do grupo para a ciência, enfim.

      Em seguida, você pode entrar em contato com a pessoa coordenadora do grupo ou no e-mail direto do grupo de estudo, para saber qual é o procedimento.

      A verdade é que alguns grupos de estudos são abertos ao público. É só chegar e participar.
      Outros, precisam de processo seletivo e algumas outras etapas.

      Um abraço.

      Responder
  2. Qual é a vantagem de existir Grupos de pesquisa, para o pesquisador; ajuda obter recursos? Porque as linhas de pesquisa de Grupos de pesquisa são diferentes das linhas de pesquisa de Programas de Pós-graduação? Porque outros países não tem Grupos de Pesquisa e porque Brasil têm? Existe um objetivo de existir um grupo de pesquisa que não é o mesmo objetivo de um projeto de pesquisa na universidade pública? Grupos de pesquisa do CNPq existem somente para o setor público universitário e para Programas de Pós-graduação? Porque o CNPq não registra os projetos de pesquisa diretamente ao invés de ter Grupos? Em suma, sou líder de um grupo de pesquisa mais de 10 anos e somente vejo burocracia e confusão (por partes dos integrantes) sobre porque existe um grupo de pesquisa que “contem” um projeto de pesquisa. O projeto cumpre os objetivos citados acima, em relação à orientação de alunos. O que cumpre os objetivos do grupo de pesquisa é o projeto, porque somente o projeto realiza ações e publicações, e o grupo de pesquisa não “realiza” nada que pode ser registrado e certificado pelo currículo lattes. Então permaneço não saber porque existem grupos de pesquisa, além do objetivo de existir uma formalidade de registro e certificação que existem atividades nos projetos. Mas o currículo lattes também poderia cumprir esta função de certificar se os projetos tenham produções ou não – e de fato, antes, os grupos de pesquisa já foram vinculados ao currículo lattes que fazia esta função de calcular as porcentagens de produção e, hoje, o pesquisador perdeu esta funcionalidade e as informações sobre produtividade ficaram menos transparentes. Porque o CNPq precisa de grupos de pesquisa? Qual é a função? Repito, para o pesquisador com projetos na universidade, o grupo de pesquisa não é o meio pelo qual se orienta alunos. Também vejo professores abrindo grupos de pesquisa novos para cada projeto, então, a existência de um grupo não garante continuidade além do limite de projetos (mas isso sim seria um objetivo que explica a existência de Grupos). Toda bolsa, todo recurso, apoio, ação, produção são vinculados aos projetos e não aos grupos de pesquisa que parece, para mim, um registro do registro. Qual é a diferença que um grupo de pesquisa faz que um projeto de pesquisa não faz?

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Junte-se aos mais de 750 mil estudantes que usam o Mettzer todos os dias

Das anotações de aulas até a tese de doutorado

Você nem precisa cadastrar o cartão para testar!

Contato


Parque Tecnológico Alfa – módulo 10, SC-401 – João Paulo, Florianópolis – SC, 88030-000
suporte@mettzer.com

Recursos



A plataforma que ajuda estudantes, pesquisadores e universidades a desenvolver pesquisas e trabalhos acadêmicos.