Neste post, abordaremos a pesquisa quantitativa, apresentando sua metodologia, suas técnicas e sua importância para a elaboração de um bom TCC. Confira a seguir!

Toda pesquisa demanda uma etapa de coleta e análise de dados, sem a qual seria inviável se aprofundar na compreensão de qualquer tema, pois é justamente a partir desta etapa que é possível levantar informações relevantes sobre um determinado problema de pesquisa e assim ter material de estudo para desenvolver seu TCC.

E essa etapa da pesquisa também implica no uso de técnicas para recolher os dados, sendo que essas técnicas podem ter um viés qualitativo ou quantitativo.

A opção por qual caminho deve ser seguido está muito relacionado ao tema e objetivos do trabalho acadêmico, uma vez que isso está diretamente ligado às técnicas de coleta de dados que serão aplicadas na pesquisa.

Já falamos aqui no blog sobre pesquisa qualitativa, que envolve a utilização de técnicas como observação, entrevistas e grupos focais, por exemplo.

O que é pesquisa quantitativa?

A pesquisa quantitativa tem o objetivo de verificar estatisticamente uma hipótese a partir da coleta de dados concretos e quantificáveis, isto é, números.

Ela se baseia em questionários e outras formas de entrevista estruturadas para coletar opiniões e informações que serão posteriormente agrupadas e analisadas de maneira estatística.

Como a pesquisa quantitativa busca levantar dados sobre um determinado grupo que é objeto do estudo, é importante que ela seja aplicada numa amostra representativa para que seus resultados sejam válidos.

Isso quer dizer que um dos aspectos mais importantes para se desenvolver uma boa pesquisa quantitativa é definir uma amostragem de pesquisa que seja representativa daquele grupo sobre o qual o estudo se baseia, o que vai agregar dados valiosos para seu trabalho acadêmico.

Desta forma, através da utilização da pesquisa quantitativa, é possível mensurar e quantificar as respostas dos entrevistados e obter dados que vão confirmar ou contestar a hipótese inicial do TCC e, assim, possibilitar que o trabalho possa chegar à resolução do seu problema de pesquisa.

Também é importante se atentar para o fato de que, na pesquisa quantitativa, o pesquisador se limita apenas à descrição factual dos resultados coletados, ignorando aspectos subjetivos que estejam relacionados às respostas dos entrevistados, uma vez que a interpretação e análise desses tipo de informação é tarefa da pesquisa qualitativa.

Como desenvolver uma pesquisa quantitativa

A escolha pelo uso da pesquisa quantitativa se inicia com a definição do problema de pesquisa, pois a natureza do tema estudado no trabalho vai indicar se haverá a necessidade de coleta e análise de dados por meios estatísticos.

Ou seja, se o objeto do estudo demandar evidências quantificáveis para sua melhor compreensão, então as técnicas de pesquisa a serem aplicadas serão quantitativas, conferindo essa qualidade à pesquisa realizada.

Com problema de pesquisa, hipótese e objetivos definidos, o autor do trabalho já tem clareza sobre quais dados ele tem para produzir seu trabalho e quais dados ele precisa coletar para completar lacunas que as referências teóricas e outras fontes de pesquisa não preencheram.

É nesse ponto onde se começa o planejamento da pesquisa quantitativa e como será sua aplicação dentro do escopo do estudo.

O primeiro passo é selecionar a técnica de coleta de dados que será utilizada, pois existem muitas maneiras de se extrair os números necessários para o avanço da pesquisa e, consequentemente, do TCC.

Por exemplo, é possível fazer uso de questionários e entrevistas presenciais, por telefone, por email, por aplicativos ou por formulários impressos, entre outras opções.

Independente de qual é o modo de coleta de dados escolhido, é importante ter em mente que é preciso fazer perguntas sempre objetivas, curtas e claras, pois assim você evita confusões para quem responde a pesquisa.

Além disso, a escolha da técnica de coleta a ser aplicada também está relacionada com o próximo passo do planejamento da pesquisa, que é a seleção da amostra a ser pesquisada.

Se você precisa aplicar uma pesquisa para saber quantos brasileiros apoiam a reforma trabalhista, por exemplo, precisa selecionar uma amostragem que abranja todo o território nacional, sendo que nesse caso é mais prático utilizar questionários por telefone, email ou aplicativos.

Por outro lado, se sua pesquisa for local, como por exemplo “quantos curitibanos apóiam a reforma trabalhista”, então é possível optar pela aplicação de entrevistas presenciais.

Mais do que ajudar a definir a técnica de coleta empregada, a definição da amostra de pesquisa é um passo essencial para evitar que os resultados sejam parciais e inválidos, pois ela deve de fato ser representativa do universo pesquisado.

Por este motivo, ela é muito importante para alcançar os objetivos da pesquisa e deve ser cuidadosamente escolhida.

Após a aplicação da pesquisa e de posse dos dados coletados, chega-se à última etapa do trabalho, que é a apresentação dos resultados obtidos.

Eles são compostos por números, dados, tabelas e gráficos, que vão mostrar os resultados de forma quantitativa, sem se prender à análises subjetivas para explicar as motivações por trás das informações levantadas.

Seguindo as etapas descritas acima, você será capaz de desenvolver uma pesquisa quantitativa bem fundamentada, que trará informações e resultados importantes para a produção do seu TCC.

E você também pode contar com o auxílio do Mettzer para tornar a produção do seu trabalho acadêmico mais simples, pois ele é um editor acadêmico que formata seu trabalho automaticamente nas normas ABNT e também conta com lembrete de metas, salvamento automático, acesso remoto e a geração de arquivos em PDF.

Cadastre-se e teste já!

Summary
Article Name
Pesquisa quantitativa: aprenda o que é e como aplicar no seu TCC
Description
Neste post, abordaremos a pesquisa quantitativa, apresentando sua metodologia, suas técnicas e sua importância para a elaboração de seu trabalho. Confira!
Author
Publisher Name
Mettzer