Pesquisa Survey: material completo desde os objetivos às variáveis

Compartilhe esse post:

A pesquisa survey pode ser definida como uma forma de coletar dados e informações a partir de características e opiniões de grupos de indivíduos.


O que é a pesquisa survey?

A pesquisa survey é um tipo de investigação quantitativa que pode ser definida como uma forma de coletar dados e informações a partir de características e opiniões de grupos de indivíduos.

Tendo em vista que o grupo em análise deve ser representativo da população, o resultado encontrado pode ser extrapolado para todo o universo em estudo.

Além disso, o questionário estruturado é o instrumento normalmente utilizado como forma de se obter dados para esse tipo de pesquisa.

Objetivo da pesquisa de levantamento com survey

Deste modo, a pesquisa de levantamento com survey visa descrever a distribuição das características ou de fenômenos que ocorrem naturalmente em grupos da população.

Por isso, as pesquisas conduzidas adequadamente compartilham características comuns que se tornam excelentes para utilizar o método descritivo sobre as atitudes e opiniões das pessoas.

Principais características das pesquisas de levantamento com survey

Assim como as pesquisas de levantamento no geral, as pesquisas survey se caracterizam por usarem um conjunto predeterminado de questões para todos os respondentes.

Neste sentido, ao utilizar o mesmo fraseado e a mesma ordem de perguntas, é possível sintetizar as visões de todas as pessoas que responderam, de forma objetiva.

Quando usar uma pesquisa survey?

Em razão na especificidade, é difícil estabelecer de maneira precisa em qual circunstância se deve ou não utilizar determinado tipo de pesquisa.

Especialmente porque é possível usar mais de uma forma de investigação para o mesmo trabalho.

Entretanto, para certos contextos, é possível definir qual estratégia de pesquisa é mais ou menos viável a aplicação de uma pesquisa survey, cuja decisão pode ser tomada a partir de algumas perguntas, tais como: “o quê?”, “como?” “por que” e “quanto?”.

A partir delas é possível estruturar um questionário, que será respondido por um grupo de pessoas representativo do universo da pesquisa.

Existem diferente tipo de pesquisa survey, como já escrevemos neste artigo. Nesta outra publicação, descrevemos quais são as etapas de um processo de pesquisa quantitativa.

Finalidades da pesquisa Survey

Uma pesquisa survey pode ser utilizada para TCC, monografias e diversos tipos de trabalhos acadêmicos e tipos de pesquisas.

Assim, um Survey, pode ter uma das três finalidades:

Descrição

De modo geral, objetiva descobrir “a distribuição de certos traços e atributos” da população estudada. A preocupação do pesquisador neste caso não é o porquê da distribuição, e sim com o que ela é.

Explicação

Tal finalidade objetiva explicar a distribuição observada. Neste caso, o pesquisador tem a preocupação do por que da distribuição existente.

Exploração

Na sequência, a exploração objetiva funcionar como um mecanismo exploratório, aplicado em uma situação de investigação inicial de algum tema.

Assim, busca não deixar que elementos críticos deixem de ser identificados, apresentando novas possibilidades que podem posteriormente ser trabalhadas em um survey mais controlado.

Metodologia da pesquisa de levantamento com Survey

Portanto, um projeto de pesquisa de levantamento apresenta uma descrição de abordagem quantitativa ou numérica de tendências, atitudes ou opinião de uma população.

A partir dos resultados da amostra se faz a generalização ou afirmações sobre a população.

Um exemplo da metodologia na psicologia, é o questionário. A pesquisa de levantamento é usada para avaliar os pensamentos, opiniões e sentimentos das pessoas.

Além de levantamentos podem ser específicos e de âmbito limitado ou mais globais em seus objetivos.

Para a análise de dados dos cálculos estatísticos deve-se compreender: percentagens, médias, moda, correlações, desvio-padrão e margem de erro.

Exemplos de pesquisa Survey

As pesquisas do tipo survey são frequentes na mídia e nas decisões empresariais.

Neste sentido, as mais comum são as pesquisas eleitorais.

Já, outros levantamentos do tipo são as mensurações de audiência televisiva, realizadas pelo IBOPE, as pesquisas Top of Mind, os censos, e as pesquisas de satisfação.

Quando NÃO realizar uma pesquisa survey

Igualmente, não há uma forma que classifique de maneira exata, quando uma metodologia de pesquisa não deve ser aplicada.

Mas, é importante considerar, na hora de desconsiderar um método para a pesquisa.

Por isso, o survey é pouco aconselhável em casos nos quais haja a necessidade de explorar a razão por trás das respostas ou entender dinâmicas sociais complexas.

Exemplos desse tipo de aplicação são pesquisas não estatísticas, cujo o objetivo é testar a reação das pessoas sobre produtos ou políticos. Nestes casos, o recomendado é a condução de uma pesquisa qualitativa.

Pesquisa Survey e Censo

Neste sentido, a pesquisa de Survey é associada à área social e é semelhante ao tipo de pesquisa de “censo”.

Entretanto, a diferença principal é que o survey examina uma amostra da população, enquanto o censo geralmente implica uma enumeração da população toda.

Tipos de amostras para pesquisas survey

No que se refere à amostragem, existem dois tipos de amostras: as não probabilísticas ou intencionais e as probabilísticas ou estatísticas.

Não Probabilísticas ou Intencionais

Já, estas seguem critérios de quem está pesquisando, como cotas ou julgamento. São intencionais, pois o critério de escolha é eleito pelo pesquisador.

Probabilísticas ou Estatísticas

Aqui todos os elementos da população devem ter as mesmas oportunidades de ser escolhidos, o que implica seleção aleatória dos informantes e eliminação de subjetividade da amostra.

Seleção da amostra de pesquisa survey

Já, para selecionar as amostras é necessário considerar algumas categorias.

Neste sentido, a população é o conjunto de pessoas que têm pelo menos uma característica comum.

Mas, como nem sempre é possível estudar todas as pessoas de um conjunto, elege-se uma amostra dessa população.

Ainda teremos apenas uma amostra, quando o levantamento é realizado com parte do universo.

Então, a amostragem, na abordagem quantitativa, reduz as amostras, sintetizando os dados de forma numérica, tabulando-os.

Nesse caso, por meio de procedimentos estatísticos, toma-se como objeto de investigação uma amostra escolhida pela sua representatividade, por ser significativa.

Assim, por meio de estudos estatísticos probabilísticos, as respostas proporcionadas por determinada amostra são estendidas para toda a população, sempre considerando uma margem de erro, maior ou menor.

Critérios para constituição da amostragem

  • Definição da população;
  • Contexto da amostra;
  • Método utilizado para a constituição da amostra;
  • Tamanho da amostra;
  • Execução do processo.

Modelos de pesquisa Survey

Segundo a literatura, existem basicamente dois modelos de Survey, chamados de interseccionais e longitudinais.

Survey interseccional

A principal característica deste modelo é que a coleta dos dados de uma dada população é realizada em um único intervalo de tempo, onde mesmo no caso da utilização de questionário, onde a recepção das respostas do questionário ocorre durante um intervalo de dias, ou no caso da entrevista, onde estas são também realizadas durante um intervalo de dias, este intervalo é considerado como único.

Survey longitudinal

Neste caso, a coleta dos dados de uma dada população é realizada em mais de um intervalo de tempo, possibilitando a análise de mudanças de descrições e explicações ao longo do tempo.

Por isso, os principais desenhos deste tipo são estudos de tendência, estudos de cortes e estudos de painel.

As variáveis da pesquisa Survey

Dois pontos principais caracterizam as variáveis, a classificação segundo sua natureza e plano de análise, e a escala de medida.

Assim, segundo a natureza, as variáveis podem ser:

Quantitativa discreta

Caracterizada por números inteiros, sem frações, como em contagens. Constituem um conjunto finito. (ex. número de filhos, idade em anos completos).

Quantitativa contínua

Caracterizada por números que podem assumir valores fracionários (reais). Normalmente têm intervalo de valores conhecido, mas um conjunto infinito de valores possíveis. (ex. estatura, peso).

Qualitativa nominal

Considera que cada categoria é independente, sem relação com as outras. 

Qualitativa ordinal

Categorias, sendo que cada categoria mantém uma relação de ordem com as outras que pode ser ou não regular. (ex. escolaridade com categorias, como nível 1, 2, 3; classe social – A, B, C …).

Sequência temporal-séries temporais

Considera-se a sequência temporal dos valores durante a coleta. (ex. cotações diárias de uma ação, etc.)

Sequência temporal-Informações com variáveis cruzadas

Não se considera a sequência temporal dos valores durante a coleta. (ex. quantidade de operações fechadas de ações em um determinado dia, etc.).

Segundo plano de análise de pesquisa survey

Por sua vez, segundo o plano de análise, as variáveis, podem ser:

Dependente

Neste sentido, as variáveis dependentes medem o fenômeno que se estuda e que se quer explicar.

Independente

Neste sentido, as variáveis independentes são aquelas que se consideram candidatas a explicar as dependente.

De controle

Por fim, as de controle se consideram capazes de interferir na relação entre dependente e independente, podendo sugerir relações falsas que dizem respeito à sua interferência e não à relação estudada.

Escala das medidas qualitativas em pesquisa survey

Escala Nominal

sobre a escala nominal, este tipo de escala, os valores apenas dão um “nome” ou “rótulo” à categoria, auxiliando apenas na sua distinção.

Escala Ordinal

Já, na escala ordinal os valores dão “nome” ou “rótulo” e ordem à categoria, permitindo distinguir os atributos por grau de intensidade, mas sem possibilitar indicar o quão mais intenso.

Escala Intervalar

Neste sentido, os intervalos dos valores atribuídos a uma categoria representam quantidades regulares de atributo, ou seja, os intervalos possuem agora um significado real.

Escala Proporcional

Enquanto a escala proporcional é semelhante à escala intervalar, mas possui agora um zero real ou absoluto.

Formatação automática da pesquisa survey nas normas da ABNT

Ao final da sua pesquisa você poderá produzir muito conhecimento com os dados coletados, e publicizar seus resultados em plataformas como o scielo, além de aprimorar o seu Currículo Lattes.

Para tanto, sua pesquisa deverá estar de acordo com as normas da ABNT, por isso o Mettzer, é o editor que dá a garantia da entrega de uma pesquisa inteiramente de acordo com o que é exigido pelas normas.

Então acesse e descubra como é fácil usar esse editor revolucionário que formata automaticamente qualquer trabalho nas normas da ABNT.

Resumo
Artigo
Pesquisa Survey: material completo desde os objetivos às variáveis
Descrição
A pesquisa survey pode ser definida como uma forma de coletar dados e informações a partir de características e opiniões de grupos de indivíduos. Acesse!
Autor
Publicador
Mettzer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.