Você conhece as 8 grandes áreas do conhecimento?

0
(0)

Mais do que conhecer as grandes áreas do conhecimento, entenda como e o porquê de existir essa classificação.


Talvez você ainda não saiba o que é uma área do conhecimento. No entanto, é provável que já parou para pensar se um curso da graduação é “das Ciências Exatas ou Humanas”. Certo?

Bom, você vai entender que ambas tratam da mesma classificação. E, de forma geral, são uma forma generalista de compreender o que se estuda em cada área. E mais que isso: é importante para entender a organização e o funcionamento da ciência como um todo.

Apesar de bastante simples, já viu que não dá pra ficar por fora desse assunto né? Então, bora? 🙂

O que são as áreas do conhecimento?

Antes de mais nada, você precisa entender o que são as áreas do conhecimento. A definição é bastante simples: de forma geral, as áreas do conhecimento são simplesmente uma classificação de ordem prática.

Afinal de contas, o objetivo dessa classificação é proporcionar uma maneira fácil e rápida de organizar as informações dos órgãos que atuam na ciência e na tecnologia.

Então, as áreas do conhecimento permitem organizar as informações sobre o desenvolvimento do conhecimento científico, principalmente em relação aos dados de projetos de pesquisa e pesquisadores.

A primeira versão da classificação foi elaborada principalmente pela Capes, pelo CNPq e por outras agências de fomento. O Ministério da Educação (MEC) e a Secretaria de Indústria e Comércio, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo também participaram da elaboração.

Qual é a importância das áreas do conhecimento?

Bom, você já sabe que a importância da classificação de áreas de conhecimento é, de forma geral, para uma organização e sistematização de informações científicas.

Mas mais do que isso: a partir dessa classificação também é possível compreender as ferramentas de estudo e as características gerais de cada área do conhecimento.

Além do mais, as áreas do conhecimento são uma forma interessante de entender como os cursos de graduação surgem. Afinal, existe uma relação entre as áreas e os cursos.

Como é feita a divisão dessa classificação?

A classificação das áreas de conhecimento é feita a partir de 4 níveis diferentes, que parte do mais geral para o mais específico:

  • 1 – grande área
  • 2 – área
  • 3 – subárea
  • 4 – especialidade

No total, existem 8 grandes áreas, 76 áreas e 340 subáreas do conhecimento. Em 2008, contudo, a Portaria nº 9 da Capes incluiu a grande área Multidisciplinar e, dentro dela, as áreas: Interdisciplinar, Ensino de Ciências e Matemática, Materiais e Biotecnologia.

Grande área

É o nível mais geral. De forma geral, abrange diversas áreas do conhecimento em relação às afinidades dos objetos, dos métodos cognitivos e dos instrumentos.

Área

É o conjunto de conhecimentos que se relacionam, a partir da natureza do objeto de investigação. Tem aplicação nas áreas de ensino, pesquisa e áreas práticas.

Subárea

É a divisão da área do conhecimento em função do objeto de estudo e dos procedimentos metodológicos.

Especialidade

É o tema da atividade de pesquisa e ensino. Uma especialidade pode se enquadrar em mais de uma grande área, áreas e subáreas.

As principais grandes áreas do conhecimento

As 8 grandes áreas do conhecimento são:

1. Ciências Exatas e da Terra

As Ciências Exatas têm a Matemática como base de formação. Além do mais, compreende a Física e a Química.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências Exatas e da terra tem-se Ciência da Computação, Física, Estatística e Matemática.

2. Ciências Biológicas

Como o próprio nome sugere, as Ciências Biológicas relacionam-se aos estudos sobre tipos de vida. Inclui-se nela: flora, fauna, humana e animal. É por isso que ela serve como uma base importante para os estudos da saúde.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências Biológicas tem-se Biologia, Gestão ambiental e Biotecnologia.

3. Ciências da Saúde

As Ciências da Saúde têm a finalidade de estudar os cuidados com a saúde de forma geral. Então, relacionam-se aos preparativos de profissionais e pesquisadores para atenderem aos seres humanos.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências da Saúde tem-se Enfermagem, Medicina, Nutrição e Farmácia.

4. Ciências Agrárias

As Ciências Agrárias estudam os cuidados com a produção de alimentos e de animais. De maneira geral, baseiam-se em conhecimentos das Ciências exatas e biológicas.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências Agrárias tem-se Agronomia, Zootecnia, Ciência e Tecnologia de alimentos e Medicina Veterinária.

5. Ciências Humanas

As pesquisas das Ciências Humanas focam em compreender mais sobre os seres humanos, tanto em aspectos históricos quanto psicológicos. Como envolvem tudo que se relaciona com seres humanos, utilizam conhecimentos das Ciências exatas e biológicas.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências Humanas tem-se Filosofia, História, Pedagogia e Psicologia.

6. Ciências Sociais Aplicadas

As Ciências Sociais Aplicadas decorrem das Ciências Humanas. No entanto, o foco dos estudos é na sociedade e não no indíviduo.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Ciências Sociais Aplicadas tem-se Administração, Comunicação Social, Direito e Economia.

7. Engenharias

As Engenharias se relacionam com as Ciências Exatas. No entanto, em razão de sua grande diversidade, contam com uma grande área própria. Além da base forte de Matemática e Física, profissionais da engenharia também precisam lidar com conhecimentos sobre a natureza e sobre a sociedade.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos das Engenharias tem-se Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica.

8. Linguística, Letras e Artes

A partir do estudo da linguagem, o foco das pesquisas da Linguística, das Letras e das Artes é melhorar as formas de comunicação das pessoas. Nessa perspectiva, compreende diferentes formas de comunicação e de expressão, inclusive artística. Originam-se das Ciências Humanas, mas têm características próprias.

Exemplos de curso da área

Como exemplo de cursos da Linguística, Letras e Artes tem-se as Artes Plásticas, o Teatro, a Letras e a Música.

Formatação automática dos trabalhos acadêmicos nas normas da ABNT

Você não pode esquecer que, independentemente do tipo de produção – seja um TCC, uma monografiadissertação e até tese e da área do conhecimento, você deve respeitar as normas da ABNT e normas APA.

Se você seguir as regras, seu trabalho vai ficar pronto pra publicar. Mas o tanto de trabalho que dá né?

A boa notícia é que você não precisa passar por isso. Use a tecnologia a seu favor: nós podemos te ajudar 🙂

O Mettzer é o melhor editor de textos do mercado, que formata de forma automatizada qualquer trabalho nas normas ABNT: desde a capa até às referências bibliográficas.

Apresentação Geral - Mettzer

Assim, você ganha tempo e tranquilidade e pode se dedicar exclusivamente ao conteúdo do seu trabalho.

Se interessou? Faça um teste gratuito por 7 dias.

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Junte-se aos mais de 750 mil estudantes que usam o Mettzer todos os dias

Das anotações de aulas até a tese de doutorado

Você nem precisa cadastrar o cartão para testar!


Formas de pagamento

Garantia de 7 dias ou seu dinheiro de volta


Mettzer Sistemas LTDA - 20.874.116/0001-67
Acate - Rodovia SC 401, 4100 - Km4 - Florianópolis/SC


Termos de Uso | Políticas de privacidade | Segurança | Status