Método dedutivo: um guia sobre esse método de abordagem

|
Tempo médio de leitura: 6 minutos
5
(1)

O método dedutivo é um método de abordagem que parte de princípios gerais para chegar a conclusões mais particulares.


Método dedutivo ou método indutivo? Qual você deve aplicar na sua pesquisa?

Quem nunca se deparou com essa dúvida, não é mesmo?

Pois bem. Saiba que esses não são os únicos tipos de métodos possíveis para você usar na sua pesquisa.

A melhor forma de saber qual é o método mais adequado é conhecendo todos os conceitos para que, só então, você consiga decidir.

Então, vamos lá. Esse conteúdo é um guia sobre o método dedutivo. Mas, temos conteúdos específicos sobre todos os métodos de abordagem. Que tal conhecer todos os métodos e depois escolher?

Se precisar de alguma ajuda, conte comigo 🙂

O QUE É MÉTODO DE ABORDAGEM?

Antes de mais nada, vamos dar um passo atrás. Antes de entender o que é o método dedutivo, você deve saber o que é um método de abordagem na ponta da língua. Então, vamos lá.

De forma geral, o método de abordagem é o caminho que você vai utilizar para realizar o objetivo geral da sua pesquisa científica.

Então, é certo dizer que o método de abordagem é o método científico que você vai seguir. Essas palavras realmente representam sinônimos.

Afinal de contas, o método é o conjunto de atividades sistemáticas que permite que você alcance os objetivos da pesquisa. Ou seja: é a estratégia de investigação da pesquisa, que segue regras e padrões específicos, para chegar em uma conclusão científica.

Em outras palavras, o método de abordagem refere-se ao conjunto de métodos que vão organizar, de forma lógica, o pensamento para solucionar o problema da pesquisa.

Além do método dedutivo, os métodos de abordagem são: o método experimental, o método dialético, o método indutivo, o método hipotético-dedutivo e o método fenomenológico.

A importância de desenvolver o método de abordagem

A observância desses métodos garantem ganha autenticidade, confiabilidade e valor científico à pesquisa. Já que direcionam a pesquisa à produção de conhecimentos válidos e científicos.

Vou explicar melhor. A pesquisa científica é a investigação de um fenômeno. O objetivo de qualquer pesquisa vai ser sempre encontrar a solução para algum problema. É por isso que todos os professores dizem que toda pesquisa parte de um problema de pesquisa.

O método de abordagem é, portanto, o caminho que a pesquisa vai trilhar para alcançar um conhecimento reconhecidos pela ciência.

Isso não significa dizer que existe um conjunto de diretrizes imutáveis para seguir à risca. Mas que é necessário construir um procedimento de pesquisa lógico que se adapte às necessidades e aos objetivos da pesquisa.

Por essa razão que é necessário conhecer os termos e os tipos de métodos. Isso impede que questione a pesquisa de forma negativa, como se o pesquisador tivesse tirado os resultados de sua imaginação.

Já que uma pesquisa que não segue um método científico correta ao seu caso ou que é aplica o método de forma displicente pode ser reduzida a mera experiência ou intuição do pesquisador.

Diferença entre método de abordagem e método de procedimento

Mas, tome cuidado para não confundir método de abordagem e método de procedimento da pesquisa. São coisas diferentes.

O método de abordagem tem uma finalidade mais ampla, aplicando-se ao objetivo geral do trabalho. Então, se as pesquisa têm apenas um método de abordagem. Afinal, elas só têm um objetivo geral.

O método de procedimento, por outro lado, tem uma finalidade mais restrita, aplicando-se aos objetivos específicos do trabalho.Se a pesquisa tiver três objetivos específicos (e possivelmente três capítulos de desenvolvimento), por exemplo, também terá três métodos de procedimentos.

Ou seja: enquanto o método de procedimento é responsável por informar a maneira de fazer uma experiência – ou seja, “como” fazer, o método de abordagem é responsável pro estabelecer “o quê” fazer.

Em outras palavras, a forma de aplicação do método são os métodos de procedimentos.

O QUE É MÉTODO DEDUTIVO?

Em linhas gerais, o método dedutivo é um tipo de método de abordagem que, parte de uma generalização para uma questão particularizada.

Ou, em outras palavras, é o método que utiliza o raciocínio lógico para chegar a conclusões mais particulares, a partir de princípios e preposições gerais.

Consiste, portanto, na extração de uma conclusão particular, a partir de uma verdade geral.

Esse raciocínio lógico fez que esse método seja utilizado por pesquisadores mais formalistas.

Em resumo, o método fundamenta-se no silogismos: parte de uma premissa maior, passando para uma premissa menor e chegando a uma conclusão particular.

A premissa maior também pode ser denominada de axioma. E a premissa menor pode ser chamada de teorema.

Esse método recebeu forte influência do filósofo grego Aristóteles, que utilizou o silogismo para obter suas conclusões.

Os limites do método dedutivo

No entanto, você deve tomar muito cuidado. Uma argumentação que se pauta no método dedutivo deve se certificar que todas as proposições seja válidas para que a conclusão também seja.

 Há, portanto, uma relação lógica entre as premissas gerais e as premissas particulares. Caso se considere a premissa geral inválida, a conclusão também será.

Ou seja: se existir uma proposição inválida, todo o restante da aplicação do método também será.

Por exemplo:

Premissa maior: Todos os organismos com asas podem voar.

Premissa menor: Os pinguins têm asas.

Conclusão: Os pinguins podem voar.

Pois bem. A conclusão é inválida porque partiu de uma premissa geral falsa. Nem todos os organismos com asas podem voar. Sendo assim, a aplicação do método também é inválida, já que a premissa não pode se confirmar no contexto específico em que se aplicou.

A diferença entre método dedutivo e método indutivo

Existem três diferenças básicas entre o método dedutivo e o método indutivo.

A primeira diferença é que o indutivo, ao contrário do método dedutivo, parte de uma premissa menor para uma maior. Então, usa-se o método indutivo para construir premissas genéricas e gerais.

A segunda diferença é que no método indutivo a conclusão traz ideias que não estavam presentes nas premissas, enquanto no método dedutivo todas as informações já estão, mesmo que indiretamente, previstas nas premissas.

Além do mais, em terceiro lugar, se todas as premissas são verdadeiras, no método dedutivo, a conclusão também será verdadeira. No método indutivo, no entanto, se todas as premissas são verdadeiras, a premissa provavelmente será verdadeira, mas não é necessariamente verdadeira.

Nota-se que o método dedutivo possibilita que o pesquisador caminhe do conhecido para o desconhecido com maior segurança e uma margem menor de erro. Contudo, é um método que se limita às premissas. Quer dizer, as conclusões jamais poderão ultrapassar o que estabelecem as premissas.

Diferença entre método dedutivo e indutivo
Diferença entre método indutivo e método dedutivo

Exemplo de método dedutivo

Exemplo 1

Premissa maior ou geral: Todos os peixes que vivem no mar tem 90% de ômega 3 na pele.

Premissa menor ou específica: A tainha é um peixe que vive no mar.

Conclusão: Logo, a tainha tem 90% de ômega 3 em sua pele.

Exemplo 2

Premissa maior: os empregadores são favoráveis à flexibilização das leis trabalhistas.

Premissa menor: Eduardo é um empregador

Conclusão: Logo, Eduardo se posiciona a favor da flexibilização das leis trabalhistas.

Exemplo 3

Premissa maior: A Lei de Licitações se aplica em todo Brasil.

Premissa menor: O Acre é um Estado do Brasil.

Conclusão: Logo, a Lei de Licitações se aplica no Acre.

Formatação automática nas normas da ABNT

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o método dedutivo, que tal pensar em aplicá-lo em sua pesquisa?

Contudo, lembre-se de que, seja qual for o tipo de trabalho acadêmico, além de seguir o método de abordagem com rigor, ele também deve obedecer às normas da ABNT.

Nisso nós podemos te ajudar. O Mettzer é um editor de textos que formata, de forma automática, todos os trabalhos acadêmicos nas normas da ABNT.

Apresentação Geral - Mettzer

Ou seja, toda formatação é feita de forma automática e você vai poder se dedicar só ao que realmente importa, que é o desenvolvimento da sua pesquisa.

Faça um teste gratuito por 7 dias e descubra como a tecnologia pode te ajudar!

Faça todos os trabalhos acadêmicos
sem dor de cabeça

Das anotações de aula até a tese de doutorado.

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.