Trabalho científico: um guia completo sobre os principais tipos

|
Tempo médio de leitura: 12 minutos
()

Cada tipo de trabalho científico tem uma estrutura e os objetivos próprios. Contudo, todos são importantes para produção e transmissão de conhecimento científico.


Quando você pensa em trabalhos científicos, vem logo à cabeça a imagem de tubos de ensaio e fumaças coloridas? Pois bem. Tire essa imagem da cabeça.

Ao contrário do que se imagina, os trabalhos científicos fazem parte do dia a dia de todos os estudantes, seja na graduação ou na pós-graduação.

Pensa comigo. Algum dia você já precisou ler algum artigo científico para uma disciplina? Ou então, precisou entregar uma resenha sobre um filme?

Pois então. Os trabalhos científicos estão por todos os lugares, tanto no que você lê, quanto no que você produz na faculdade.

Então, vamos lá. Preparei esse conteúdo, para que você não confunda as estruturas e os objetivos dos trabalhos científicos.

Se no final do post, você ainda tiver alguma dúvida, não deixe de nos escrever. Combinado? 🙂

O QUE É TRABALHO CIENTÍFICO?

Como o próprio nome diz, os trabalhos científicos são os trabalhos que circulam no meio científico e produzem conhecimento científico.

Quando se fala em ambiente científico, entende-se pelo ecossistema acadêmico que compreende toda a produção científica das universidades.

Ou seja, inclui o círculo social das faculdades (estudantes, professores e pesquisadores), as regras (como as normas da ABNT), os locais (universidades, revistas, livros), enfim.

Talvez você esteja se perguntando: “ok, mas como fazer um bom trabalho?

Bom, vamos partes. O primeiro passo é conhecer os tipos de trabalhos científicos.

TIPOS DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

Como eu disse antes, é comum que você encontre diversos tipos de trabalhos científicos.

De forma geral, todos os trabalhos científicos seguem às regras de formatação da ABNT.

Contudo, cada tipo de trabalho tem uma estrutura, um nível de complexidade e um objetivo próprio.

Por essa razão, você precisa conhecer os tipos e saber diferenciá-los. Só assim você vai saber como escrever sua pesquisa de forma adequada para cada situação.

Afinal, não importa o quão completa está sua pesquisa, se você fez na estrutura de um artigo científico, ao invés de fazer um TCC. Entendeu?

1. Resumo

O primeiro tipo de trabalho científico, o resumo é uma síntese das ideias principais de um texto.

A NBR 6028, manual de elaboração de resumo da ABNT, traz que deve-se fazer uma apresentação concisa dos pontos relevantes do texto.

De forma geral, as principais ideias do texto são: os objetivos principais, os métodos, os resultados e as conclusões.

Mas, tome cuidado. Você não deve confundir os resumos como simples redução de quantidade de palavras em um texto.

Pense que você vai dar um panorama geral ao leitor, para que ele escolha se vai ler ou não o texto completo.

2. Resenha

Resenha não é um resumo. Resenha não é um resumo. Resenha não é um resumo. Resenha não é um resumo.

Escrevi várias vezes para que você não esqueça e não confunda mais: resenha não é um resumo.

Isso porque, além da síntese de um livro ou texto, a resenha é um trabalho acadêmico que também traz comentários informativos e/ou críticos sobre o conteúdo.

Voltada normalmente à publicação em periódicos, uma resenha deve seguir uma estrutura básica com:

  • Informações para a identificação do texto ou da obra
  • Informações sobre o autor
  • Exposição breve sobre os principais pontos da obra – resumo das ideias
  • Comentários informativos e/ou críticos

3. Resenha crítica

A resenha crítica é um trabalho profundo, de característica analítica e interpretativa de um texto, livro completo ou mesmo um capítulo específico.

Ela é muito mais do que um mero resumo informativo. Também deve trazer ideias e referências complementares, além de, obviamente, um posicionamento crítico sobre o texto.

É necessário relacionar o texto com outros autores, textos e ideias sobre o mesmo tema, de forma bem direta e sem rodeios, explorando os conceitos e as críticas.

Então, não deve faltar uma leitura atenta e profunda do texto, antes de começar a escrita.

4. Pôster científico

O pôster científico – também chamados de painéis e banners – é um material bastante comum nos eventos acadêmicos, como congressos e seminários, por exemplo.

De maneira geral, serve para apresentar os resultados ou o andamento de pesquisas científicas, de forma assertiva e breve. Ou seja, é uma peça de divulgação de pesquisa.

Assim, reúne muitos elementos visuais, a partir de técnicas de comunicação e design.

Apesar de também seguir técnicas e padrões, o pôster científico não é uma publicação propriamente dita, no que diz respeito ao seu valor científico ou ao seu aceite como objeto de conclusão de um estudo ou de curso.

5. Relatório

Um relatório é um documento técnico que revela o andamento de uma pesquisa, de um projeto ou de uma experiência. Por exemplo, o relatório de estágio.

Os relatórios também são exigidos por instituições de ensino ou agências de fomento à pesquisa. Eles têm perfil mais objetivo e descritivo, não cabendo análises e reflexões, o que os difere das resenhas, por exemplo.

A principal função do relatório é auxiliar na manutenção de financiamentos de projetos e de bolsas de estudo, além de servir como documento para exames de qualificação.

6. Artigo acadêmico

O artigo acadêmico é um tipo de trabalho científico que apresenta os resultados de uma pesquisa sobre um tema ou um objeto único de estudo.

Um artigo pode ter origem a partir de um estudo bibliográfico, de uma pesquisa experimental ou mesmo derivar de trabalhos maiores e mais complexos. Pode, por exemplo, ser um resumo dos resultados de uma dissertação de mestrado ou de tese de doutorado.

Além de ser usado como trabalho de conclusão para disciplinas regulares, é comum um artigo ser submetido a comissões ou conselhos editoriais de revistas e periódicos científicos, que decidem sobre sua relevância à comunidade científica e se será ou não publicado.

7. Artigo científico

Na sequência, um artigo científico é uma apresentação sintética de resultados de investigações ou estudos realizados sobre um problema específico.

Deste modo, seu objetivo fundamental é o de ser um meio rápido e sucinto de divulgar e publicizar uma questão investigada, o referencial teórico utilizado, a metodologia empregada e os resultados alcançados.

Além disso, um artigo também pode compreender o relato das dificuldades no processo de investigação ou na análise de uma questão.

Portanto, os objetos de artigos científicos podem ser diversos, desde relatos de experiência até construções completamente teóricas.

Normalmente está relacionado, na graduação, aos estudantes da iniciação científica.

8. Monografia

Normalmente, a monografia tem um perfil analítico e é um dos tipos mais populares de trabalho científico.

De forma geral, a monografia é o trabalho mais comum nas entregas para conclusão de cursos de graduação e especialização.

Normalmente, tem característica meramente recapitulativa de uma base bibliográfica. Isso significa que não exige originalidade de pesquisa ou apresentação de resultados vindos de experimentos.

9. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

Assim como a monografia, o TCC também um dos tipos mais populares de trabalhos científicos. É defendida para obtenção do título de mestre ou mestra.

Além disso, o TCC não é de apenas uma forma, porque como se trata de um trabalho de conclusão de Curso, pode abarcar diversos tipos de trabalho. Um estudante de arquitetura, por exemplo, pode fazer um projeto arquitetônico como TCC.

De forma geral, depois de desenvolver o trabalho, o aluno deve defendê-lo a uma banca examinadora. A partir da aprovação do TCC, combinada com o cumprimento de toda carga horário do curso, o aluno está apto para pegar seu diploma.

10. Dissertação de Mestrado

A dissertação de mestrado é o tipo de trabalho destinado à conclusão do curso de mestrado.

É um dos tipos de trabalhos científicos mais complexos, porque apresenta, de forma profunda, resultados de uma pesquisa sobre um problema, tema ou objeto de estudo muito bem delimitado.

A dissertação é desenvolvida sob a orientação de um professor doutor e deve evidenciar o conhecimento científico do aluno sobre aquele assunto.

11. Tese de doutorado

Juntamente à dissertação, a tese de doutorado é um dos trabalhos científicos mais complexos. Uma distinção é que a tese é defendida para a obtenção do título de doutor ou doutora.

Neste sentido, a principal característica da tese é apresentar um avanço significativo ou conhecimento inédito sobre uma área de estudo à comunidade científica.

A tese normalmente tem perfil monográfico, mas também pode se apresentar como relatório científico.

De forma geral, são avaliadas de forma ainda mais rigorosa e exigem enorme grau de aprofundamento sobre o tema.

12. Projeto de pesquisa

O projeto de pesquisa é um formato de trabalho intermediário que antecede a pesquisa.

Deste modo, é uma proposta específica do trabalho que você pretende desenvolver.

No projeto de pesquisa você devem portanto, apresentar e delimitar o tema e o problema da pesquisa. Além do mais, você deve organizar os objetivos que você pretende alcançar e a metodologia necessária para o percurso da pesquisa.

Ou seja, em outras palavras, é um esboço qualificado da pesquisa.

De forma geral, o projeto de pesquisa tem a seguinte estrutura:

Nós temos um conteúdo específico para cada item do projeto da pesquisa. Você pode acessá-los através dos links acima.

3. Memorial

O memorial pode ser considerado como uma autobiografia.

Nessa perspectiva, o memorial narra a trajetória de determinado professor ou aluno em sua vida acadêmica e serve, normalmente, para avaliação de concursos ou de progressão na carreira.

Em alguns casos pode ser utilizado em congressos, sociedade científica, artística ou cultural para apresentar alguém.

14. Fichamento

O fichamento serve para armazenar ideias dos textos de forma organizada e facilitar o acesso a esses conteúdos.

Então, além de servir como métodos de avaliação em disciplinas da faculdade, o fichamento também é muito útil na construção de qualquer outro tipo de trabalho.

A partir de seus fichamentos, você pode organizar suas ideias e ter controle sobre todo o conteúdo que você já leu relacionado ao tema.

15. PIM – PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR

O Projeto Integrado Multidisciplinar – PIM é um modelo de trabalho acadêmico, exigido em apenas algumas universidades.

De forma geral, o objetivo principal é analisar empresas e aplicar os conhecimentos das disciplinas da faculdade .

Antes de realizar o PIM, os alunos selecionam as empresas.

ESTRUTURA DE UM TRABALHO CIENTÍFICO

Como eu disse antes, cada trabalho científico tem um estrutura e seus objetivos próprios.

Contudo, de maneira geral, é possível afirmar que a estrutura dos trabalhos compreendem os elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais.

Vamos conferir o que significa cada um?

Elementos pré-textuais

Os elementos pré-textuais são aqueles que antecedem o cerne da pesquisa em si.

De forma geral, apenas a capa, a folha de rosto, o resumo (e o abstract) e o sumário são elementos pré-textuais obrigatórios.

elementos-pré-textuais

Elementos textuais

Os elementos textuais concentram a parte essencial do trabalho acadêmico: a introdução, o desenvolvimento e as considerações finais. É nessa parte da estrutura do trabalho que se apresentam as discussões, os argumentos e os resultados da pesquisa científica. Por isso a grande relevância.

elementos textuais

Introdução

A introdução é a primeira parte do texto do seu trabalho.  De forma resumida, serve para apresentar um panorama geral da pesquisa.

Então, é importante apresentar, à primeira vista, o tema e o problema de pesquisa. Você também deve, de maneira breve, descrever os motivos para justificar a realização da sua pesquisa. Além de esclarecer os objetivos e a metodologia do trabalho.

Por fim, é interessante que apresente a estrutura dos capítulos da pesquisa.

introdução tcc

Desenvolvimento

Em seguida, passa-se ao desenvolvimento da pesquisa. O desenvolvimento é, em linhas gerais, a parte essencial da pesquisa, visto que é nesse tópico que ela é exposta com maior aprofundamento.

desenvolvimento tcc
Referencial teórico

Você deve apresentar o referencial teórico da pesquisa, isto é, o embasamento teórico do trabalho. A fundamentação é feita com base em outras pesquisas, livros, textos que serviram para construir as ideias.

Lembre-se, nesse ponto, que todas a autoria de todas as fontes deve ser devidamente creditada, através de citações e de referências bibliográficas.

Resultados

Os resultados também devem ser apresentados no desenvolvimento do trabalho. Os resultados são, de forma resumida, a apresentação e a análise dos dados.

Conclusão

A conclusão deve ser fundamentada no texto de seu trabalho, devendo conter deduções lógicas que correspondam aos objetivos da pesquisa.

CONCLUSÃO TCC

Elementos pós-textuais

Os elementos pós-textuais são aqueles que vêm depois do elemento textual, que é a descrição da pesquisa em si.

elementos pós-textuais

Dentre todos os elementos pós-textuais, apenas as referências bibliográficas são obrigatórias.

Isso porque não dá para desenvolver pesquisa científica sem buscar embasamento teórico em pesquisas de outros autores. Muito menos, dá para não referenciá-las. Então, as referências bibliográficas servem para dar crédito às citações e evitar que se cometa plágio.

Veja no esquema uma lista com modelos de referências bibliográficas:

referências bibliográfica nas normas ABNT

DICAS PARA FAZER UM BOM TRABALHO CIENTÍFICO

Pronto! Agora que você já conhece os tipos de trabalhos científicos, pode colocar a mão na massa.

Só que vamos combinar: produzir um trabalho está longe de ser um atividade fácil. E começá-lo pode ser a pior parte.

Mas, calma. Preparei algumas dicas para te mostrar que também não é um bicho de sete cabeças.

1. Se organize

Faça um planejamento prévio. Elabore um plano de trabalho, com um cronograma com as etapas do trabalho e metas possíveis de cumprir.

2. Pesquise muito sobre o tema do trabalho

Organize os materiais bibliográficos que você tem à disposição. Nessa etapa, você vai conseguir estabelecer melhor qual é a delimitação do seu tema.

Lembre-se que você terá que dar os devidos créditos a todas as fontes de pesquisa que utilizar, através das citações e das referências. Esse aparato teórico dá embasamento e qualidade científica ao seu trabalho.

Se você tiver tempo, faça fichamentos dos textos que serão importantes na pesquisa.

3. Pense na estrutura de seu texto

Nessa etapa, você deverá pensar na estrutura da metodologia da sua pesquisa. Defina problema de pesquisa, objetivos, método de abordagem e técnicas de coletas de dados.

Ao colocar as palavras no papel, lembre-se de:

  • Substituir a ordem indireta por ordem direta
  • Escrever de forma específica (evitar termos gerais)
  • Excluir partes desnecessárias
  • Dê exemplos, sempre que for possível
  • Escreva frases mais curtas

4. Se comunique com clareza e assertividade

Atente-se para a organização do seu texto. Você deve se comunicar com coesão e coerência.

Escreva apenas o que é importante para sua pesquisa. Seja assertivo.

5. Siga às normas da ABNT

Por fim, não se esqueça que todos os teus trabalhos devem estar de acordo com as normas da ABNT.

Se você precisar de alguma ajudinha, pode contar com o Mettzer, o melhor editor de textos, que deixa todo seu trabalho formatado nas normas da ABNT de forma automática.

Assim, você pode se dedicar ao que realmente importa no seu trabalho, que é o conteúdo da sua pesquisa.

Mettzer - Editor

Acesse agora e faça um teste gratuito por 7 dias.

Se no final do post, você ainda tiver alguma dúvida, não deixe de me escrever, ok?

Principais dúvidas sobre trabalhos científicos

O que é trabalho científico?

Os trabalhos acadêmicos são os trabalhos que circulam no ecossistema que compreende toda a produção científica das universidades.

Quais os tipos de trabalhos científicos?

Os principais tipos de trabalhos acadêmicos são: resumo, resenha, pôster, relatório, artigo, TCC, monografia, dissertação, tese, projeto de pesquisa, fichamento, memorial e PIM.

Artigo científico é um tipo de trabalho científico?

Sim, o artigo científico é um dos tipos de trabalhos científicos.

Como fazer um trabalho científico?

1. Faça um planejamento e um cronograma com as etapas do trabalho e as metas para cumprir.
2. Pesquise muito sobre o tema do seu trabalho em fontes confiáveis.
3. Pesquise sobre como deve ser a estrutura do seu texto.
4. Defina a metodologia da sua pesquisa.
5. Se comunique com clareza e assertividade.
6. Siga às normas da ABNT.

Como fazer a introdução de um trabalho científico?

1. Delimite e apresente seu tema.
2. Seja breve e assertivo.
3. Apresente o problema de pesquisa.
4. Demonstre a relevância do tema.
5. Exponha os objetivos da pesquisa.
6. Apresente a metodologia utilizada em seu TCC.
7. Descreva a estrutura dos capítulos do trabalho.

Como formatar um trabalho científico?

Os trabalhos acadêmicos devem seguir às regras das normas ABNT.

O que um trabalho científico deve conter?

Isso depende do tipo de trabalho acadêmico. Cada tipo possui uma estrutura própria. Mas, de forma geral, os trabalhos acadêmicos devem conter os elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Isso inclui: capa, sumário, introdução, desenvolvimento com referencial teórico, conclusão e referências bibliográficas.

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.