Referencial teórico: entenda a importância do para seus trabalhos acadêmicos

Compartilhe esse post:
Tempo médio de leitura: 3 minutos

É fundamental dedicar uma atenção especial ao referencial teórico na hora de produzir um trabalho acadêmico, uma vez que esse é um dos aspectos mais importantes de uma pesquisa.

Trata-se das discussões feitas por outros autores sobre o assunto que será abordado em seu trabalho, e serve como embasamento para o desenvolvimento de um determinado tema.

Também conhecido como fundamentação teórica, o referencial teórico pode incluir textos, artigos, livros, periódicos e demais materiais pertinentes à bibliografia de um trabalho científico, como o TCC.

Todo trabalho acadêmico segue uma estrutura básica, composta por um tema, um problema de pesquisa, objetivos, introdução e, por fim, um referencial teórico.

Já sabe como construir o seu? Confira algumas orientações a seguir.

1 – Referencial teórico como fazer

Para construir a sua fundamentação teórica, você irá precisar reservar um tempo especial para ler, selecionar, estudar a fundo e, se preciso, até mesmo contestar o material da sua pesquisa.

Esse estudo irá fundamentar todo o seu trabalho e garantir credibilidade a ele. É através dele que você poderá demonstrar seu conhecimento acerca do objeto da sua pesquisa e das linhas teóricas que sustentam o tema em questão.

Reunir todo esse material vai servir para que você apresente os conceitos centrais da sua pesquisa sob a ótica do que já foi dito por outros autores.  

Antes de tudo, você vai precisar consultar as referências bibliográficas da área de estudo escolhida para a sua pesquisa, tomando o devido conhecimento das análises previamente realizadas por outros autores sobre o conteúdo a ser desenvolvido.

2 – Como fazer o referencial teórico para seu trabalho acadêmico

Instituições de ensino comumente exigem um capítulo específico para o referencial teórico, que geralmente vem logo após a introdução de um trabalho acadêmico. Mas isso não é uma regra em todas as instituições.

Embora todo trabalho acadêmico precise da fundamentação teórica, alguns lugares não exigem que seja construído um capítulo especialmente para ela. Vale consultar o manual da sua instituição para não ter erro!

Se não houver essa exigência, você pode trabalhar a bibliografia de maneira mais sutil ao longo do capítulo destinado ao conceito central do seu trabalho.

Dessa forma, você pode explicar e analisar diferentes conceitos, abordagens e autores de acordo com o direcionamento da pesquisa.

3 – O referencial teórico nas normas ABNT

Para que seu referencial esteja de acordo com as normas da ABNT, é preciso atentar para alguns detalhes fundamentais.

O primeiro deles diz respeito à estrutura dos parágrafos. Certifique-se de que cada parágrafo possui ao menos dois pontos ou frases completas.

Outra questão: evite finalizar um parágrafo com uma citação. O ideal é que toda citação seja acompanhada do desenvolvimento, explicando o que foi dito pelo autor citado.

Outra dúvida comum refere-se a livros e demais materiais que não possuem autores ou paginação, ou documentos digitais sem autor conhecido ou editora reconhecida.

O indicado, nesse caso, é descartar esse tipo de conteúdo, evitando, assim, uma possível redução da nota em função da pouca notoriedade das fontes utilizadas.

 

Outras dúvidas com relação à adequação do referencial teórico às normas ABNT podem surgir durante o processo de produção de seu trabalho acadêmico.

Para isso existe o Mettzer, que te dá a garantia da entrega de uma pesquisa inteiramente de acordo com o que é exigido pelas normas.

Acesse e descubra como é fácil usar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.