Tipos de citações nas Normas ABNT: uma guia completo com exemplos

|
Tempo médio de leitura: 8 minutos
()

Publicado em 15 de maio de 2017.| Atualizado em 05 de janeiro de 2021.

Nenhum texto acadêmico começa do zero. Sempre alguém já escreveu, nem que seja um pouquinho, sobre o tema. É aí que entra as citações.


Talvez você esteja se perguntando: como assim alguém já escreveu sobre o mesmo tema que eu?

Então, vamos por partes. As citações são uma parte fundamental de qualquer trabalho acadêmico, porque elas garante a confiabilidade e qualidade técnica do trabalho.

Em outras palavras, as citações dão a certificação de que o trabalho possui um embasamento teórico firme e técnico.

As citações nada mais são do que referências às informações extraídas de outros trabalhos, como livros, filmes, periódicos, sites e outras fontes que já trabalharam anteriormente com o seu tema.

Então, em primeiro lugar: sim, mesmo que a lente de análise ou a abordagem não sejam as mesmas, alguém já escreveu sobre o tema do seu trabalho. E isso é essencial para que você possa fundamentar e criar o seu referencial teórico de maneira sólida.

Em segundo lugar, as citações entram aí porque essa é a forma que você vai usar para incorporar ao seu texto essas outras produções que versam sobre o mesmo conteúdo. Ou seja: elas dão suporte técnico e científico à sua ideia. Por isso, servem para esclarecer e sustentar o assunto do texto.

Por que utilizar citações?

É fundamental que as informações extraídas de outros trabalhos seja devidamente referenciada e citada.

Essas citações devem obedecer às normas da ABNT, que permitem que os leitores identifiquem as fontes de pesquisa do seu trabalho. Assim, a citação é a menção de informação extraída de outros documentos.

Ela tende a contextualizar o trabalho na temática, dando credibilidade e registrando opiniões similares ou conclusões opostas. Por consequência, quanto mais confiável o trabalho é, maior é sua qualidade científica e técnica.

Por essa razão, você não pode escolher apenas citações que te agradam e que confirmam suas hipóteses. É fundamental que as teorias conversem e construam uma ideia nova.

É sempre bom lembrar que, se você não citar a fonte original das ideias, acaba cometendo plágio. É bom ficar atento.

Por que formatar As citações de acordo com as normas da abnt?

Nesse mesmo contexto, é essencial que as citações sejam formatadas de forma correta. Quer dizer: as citações precisam obedecer às normas da ABNT.

Isto porque, além de garantir a melhor compreensão da sua ideia, as normas da ABNT padronizam a apresentação do trabalho e afastam os plágios.

Talvez você não saiba, mas existem três tipos de citação: a citação direta (curta e longa), a citação indireta e a citação de citação (apud).

Vamos ver como cada tipo de citação é feita? Sempre dentro do padrão que a ABNT estabelece.

tipos de citações nas normas da abnt

Citação indireta

A citação indireta também é conhecida como paráfrase.

Ela é utilizada quando quem está escrevendo o texto incorpora ideias do texto original, mas as apresenta com as suas próprias palavras.

Desta forma, acontece uma tradução ou uma explicação daquela ideia. De forma geral, a citação indireta facilita a compreensão de quem está lendo o texto.

Mas, tenha um cuidado especial para jamais alterar a ideia do texto original.

Assim como em qualquer outro formato de citação, a referência da fonte original deve ser feita.

É sempre preferível fazer a referência de forma completa. Contudo, em alguns casos, o uso da paráfrase não precisa da inclusão do número de página. Isso acontece, de forma especial, quando a ideia pertence ao todo da obra consultada.

Qual é o objetivo da citação indireta?

O objetivo da paráfrase é expressar determinada ideia de modo mais acessível, com uma linguagem de fácil compreensão.

Além do mais, é possível dar o seu “tom” a uma ideia do texto da fonte. Ou seja: adaptar a ideia ao contexto da pesquisa.

Nesse sentido, esse formato de citação deixa claro que você entende o conteúdo de forma correta. Inclusive, pode explicar a ideia com seus próprios termos.

Para fazer uma boa citação indireta, o ideal é que você compreenda todo o contexto da obra, para não pegar uma parte isolada e acabar deturpando a ideia do autor ou da autora.

Como fazer citação indireta

As citações indiretas não incluem a mera reprodução ou troca de uma palavra por outra.

Você pode considerar esses dois pontos no momento da escrita:

a) Faça um comentário explicativo, para apresentar a ideia e desenvolver os conceitos e esclarecimentos.

b) Desenvolva ou amplie as ideias do texto original, acrescentando exemplos ou comparações.

Não se esqueça que, diferente da citação direta, a citação indireta deve seguir a formatação do texto, sem recuo ou alteração no tamanho da fonte.

Exemplo de citação indireta

  • Soares (2009, p. 16) diz que numa sociedade que se divide em classes, a ideologia que domina, de acordo com a ideologia marxista, é a ideologia da classe dominante.
  • Em uma sociedade que se divide em classes, a ideologia que domina, de acordo com a ideologia marxista, é a ideologia da classe dominante (SOARES, 2009).

Citação direta

Ao contrário da citação indireta, a citação direta é feita com as palavras do próprio autor do texto original. Ou seja, é uma transcrição dos exatos termos da fonte de pesquisa.

Não é, portanto, a tradução de uma ideia, mas a utilização da ideia na íntegra.

Grifo em citação direta

Então, quando o texto original contém algum tipo de grifo é necessário reproduzi-lo fielmente seguido da expressão “grifo do autor”.

Exemplo:
  • “São velhas e persistentes as teorias que atribuem capacidades específicas inatas a raças ou a outros grupos humanos” (LARAIA, 1986, p. 17, grifo do autor).

Se você quiser saber mais, temos um conteúdo específico sobre grifo nosso. É só clicar no link 🙂

Existem dois tipos de citação direta: a citação direta curta e a citação direta longa. Vamos apresentar cada uma delas.

Citação direta curta

A citação direta curta vem de trechos reproduzidos do texto original de no máximo três linhas.

Você deve citá-las ao longo do texto, entre aspas, sem alterar o tamanho da fonte.

Por exemplo:

  • Segundo Anderson (2006, p. 19) “obviamente, essa é a função da economia: ela busca desenvolver modelos simples e facilmente compreensíveis que descrevam os fenômenos do mundo real.”
  • “Obviamente, essa é a função da economia: ela busca desenvolver modelos simples e facilmente compreensíveis que descrevam os fenômenos do mundo real” (ANDERSON, 2006, P. 19).
Exemplo de citações diretas curta:
citação-direta-curta

Como fazer citação direta longa

A citação direta longa, por sua vez, é a transcrição de trechos maiores da fonte de pesquisa. Para ser uma citação direta longa deve ter mais de três linhas.

Além disso, sua formatação é diferente: a citação direta longa deve ser apresentada com recuo de 4 centímetros, de forma separada, com fonte no tamanho 20, espaçamento simples, alinhamento justificado e sem aspas.

Mas tome cuidado com o excesso de citações diretas longas. Quando são utilizadas muitas citações desse tipo em uma mesma página a leitura fica desagradável e pode parecer que você está apenas copiando os autores originais e não desenvolvendo e construindo uma ideia própria.

Se você precisar se aprofundar mais, temos um conteúdo específico sobre citações diretas. Basta você entrar no link.

Exemplo de citações diretas longas:
citação direta longa

Citações de citações ou APUD

A citação de citação também pode ser chamada de apud, que é um termo em latim que significa “junto a, perto de, em”. No contexto científico e acadêmico este termo é utilizado como sinônimo de “citado por”.

A citação de citação é, de forma geral, quando se insere no texto a citação de um autor que foi encontrada em outra obra.

É importante frisar que o ideal é sempre consultar a obra original, especialmente porque garante a credibilidade da fonte de pesquisa.

Entretanto, caso essa citação seja relevante e a obra original seja inacessível, você pode utilizar o recurso de citação de citação com moderação.

Este formato de citação, assim como todos os demais, possui regras próprias, definidas pelas normas ABNT.

Exemplos  de citação de citação ou apud:

Veja o seguinte trecho, encontrado na obra de Nardi (1993, p. 94) que cita as ideias de um outro autor:

No modelo serial de Gough (1972, p. 59), “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear."

Exemplo 1

A primeira maneira fazer uma citação de citação é incluindo os autores referenciados e o apud no começo da citação:

  • De acordo com Gough (1972, p. 59, apud NARDI, 1993, p. 94), “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear."
Exemplo 2

A segunda opção para fazer a citação do trecho seria incluir o apud no final da frase:

  • Segundo Gough (1972, p. 59), “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear" (apud NARDI, 1993, p. 94).
Exemplo 3

Por último, existe a terceira alternativa que dispensa a utilização do termo apud, mas continua indicando que se trata de uma citação de citação:

  • De acordo com Gough (1972, p. 59), conforme citado por Nardi (1993, p. 94),  “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear."

Como gerar citações de forma automática

Ufa! São muitos detalhes de formatação, não é mesmo? Muitas vezes acabamos perdendo muito tempo formatando cada pequeno detalhe. Desde os parágrafos, o espaçamento, até, é claro, as citações.

Se você está fazendo um TCC ou uma dissertação, pode contar com a ajudar do Mettzer.

No editor do Mettzer todas as adequações às normas da ABNT são feitas de forma automática, sem complicações.

Nos casos das citações, as referências podem ser adicionadas ali mesmo, basta clicar no menu "adicionar referência na citação que aparece sempre quando você termina de digitar.

Ao final, a referência aparece formatada no texto e também na lista de referências bibliográficas já em ordem alfabética.

Veja como é fácil criar citações no Mettzer:

citação direta curta

Faça um teste gratuito agora mesmo e comprove como é bom ter o Mettzer para te ajudar!

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

39 comentários em “Tipos de citações nas Normas ABNT: uma guia completo com exemplos”

  1. eu quero fazer uma citação e não sei como. No caso, eu fiz varias perguntas acerca de um determinado assunto e quero referenciar algumas das respostas que foi me dada. As perguntas foram feitas via WhatsApp, mas não sei como faço. Qual o formato.? Devo fazer: SOBRENOME(ano) “trecho da resposta”.
    A estrutura é essa?

    Responder
  2. Qual é a referência do texto (Segundo Anderson(2006,p.19)”obviamente, essa é a função da economia: ela busca desenvolver modelos simples e facilmente compreensíveis que descrevem os fenômenos do mundo real.”)?

    Responder
  3. Boa noite.
    Como devo referenciar la nas refrencias bibliogáficas, segundo ABNT, quando saõ mais de dois autores em um artigo? AZEVEDO A.J.P, ARAÚJO A.A, FERREIRA M.A.F.( esta certo? ou eu uso et ao.,?

    Responder
  4. Excelente, gosto de me basear em dados técnicos, portanto,há um maior esclarecimento de tudo.

    LINDOLFE P DE SOUZA

    Responder
  5. Boa noite. Gostaria de saber se deve-se colocar o número da página nas citações? Estou encontrando alguns trabalhos sem a página, indicando apenas na referência. No exemplo que você colocou em citação direta curta também não tem. Desde já agradeço por nos ajudar.

    Responder
    • Oi Cristiane, tudo bem?

      Na citação não é obrigatório, mas se você tiver essa informação pode usar sim.

      Espero ter ajudado.

      Abraços

      Responder
  6. Olá.

    Eu posso manter todas as CITAÇÕES sem nenhuma numeração expoente e na parte das REFERÊNCIAS colocar cada referência bibliográfica na ordem que foram citadas no trabalho ao invés de ordem alfabética?

    Responder
    • OI Claudio, tudo bem?

      Na parte de referências, elas devem estar em ordem alfabético, não de acordo com a ordem que foi citada em seu trabalho.

      Espero ter ajudado.

      Abraços

      Responder
    • OI Marcia, tudo bem?

      Não existe um limite de linhas que uma citação direta longa possa ter.

      Mas sempre use o bom senso quando usar uma citação longa.

      Abraços

      Responder
    • Oi Ana, tudo bem?

      Essa informação realmente precisa ir no conteúdo do seu texto?

      Se sim, pode colocar sim, porém com recuo de 4 cm, pois é uma citação direta longa.

      Você também pode pode colocar essa crítica como um anexo do teu trabalho e citar em seu texto quando precisar.

      Espero ter ajudado.

      Abraços

      Responder
    • Oi Fernanda, tudo bem?

      Você pode sim, mas o ideal é usar citações e outros autores no desenvolvimento ou revisão bibliográfica.

      Abraços

      Responder
  7. Boa noite. Muito bom! Fiquei na dúvida de uma aqui e não consegui esclarecer após a leitura. Qual citação seria a desse trecho?
    De acordo com as Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial, de 2010, a HAS É diagnosticada pela detecção de níveis elevados e sustentados de PA…
    Não vi nada sobre o ano estar entre vírgulas em citações indiretas.

    Responder
    • Oi Andrey, tudo bem?

      Sim, essa é uma citação indireta. Acredito que foi um pequeno descuido do autor, porém contem todas as informações necessárias para uma citação indireta.

      Abraços

      Responder
      • Boa tarde. Acho que ele se refere a citação no corpo do texto.
        (Sousa & Silva, 2015) ou (Sousa e Silva, 2015) ou (Sousa; Silva, 2015)
        Nesse caso, qual se deve utilizar segundo a abnt?

        Responder
        • Oi, Lavínia. Tudo bem?

          Deve-se utilizar (Souza; Silva, 2015). Nesse padrão.
          Exceto se sua universidade estabelecer algum padrão diferente.

          Um abraço.

          Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.