Por que fazer Iniciação Científica?

Ao entrar na faculdade, naquelas primeiras semanas onde tudo parece novidade, você já deve ter ouvido pelos corredores, fila da cantina e até dos próprios professores sobre Iniciação Científica.

Mas afinal, o que isso significa?

Iniciação Científica engloba projetos de pesquisa que visam inserir o estudante universitário no universo da pesquisa acadêmica, investigando e tendo a experiência de ser inserido em determinado assunto científico ao qual tenha interesse.

Sempre com o auxílio de um professor, o aluno deve desenvolver uma linha teórica a ser analisada ou um problema a ser pesquisado.

Dessa forma, o aluno se vê inserido em um escopo mais acadêmico, podendo aprofundar seus conhecimentos teóricos e técnicos, além de avaliar se a carreira acadêmica é adequada para suas habilidades e pretensões.

De uma forma geral, a Iniciação Científica é indicada para todos, pois as técnicas investigativas, a produção de conteúdo relevante em artigos e revistas, além das inúmeras vantagens para o estudante podem servir como alicerce para o Trabalho de Conclusão de Curso – o TCC – algo em que todos os alunos estarão sujeitos no final de suas faculdades, independente de seus cursos.

Iniciação Científica e suas práticas no Brasil

Essas práticas podem ser observadas desde o início das universidades no Brasil, porém de maneira mais informal e no caráter de auxiliar, principalmente ligadas à cursos na área de biológicas e nas disciplinas de saúde, como medicina, odontologia e enfermagem.

Somente com a criação do CNPQ – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – o sistema de bolsas de estudo foi implementado, garantindo maior estrutura e qualidade sobre as pesquisas e seus resultados através do PIBIC – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica.

Há também a FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – e demais órgãos estaduais que têm a mesma finalidade dos programas mencionados acima.

O número de bolsas e o auxílio à pesquisa caminham em conjunto com as fases do governo, com a inclusão ou cortes de acordo com o orçamento destinado à área.

Se compararmos o Brasil com alguns países europeus no quesito de incentivo à pesquisa, ainda caminhamos em passos lentos, embora o Brasil seja destaque internacional em diversos campos do conhecimento.

Benefícios e vantagens da Iniciação Científica

Além de toda a bagagem teórica, a Iniciação Científica pode te trazer diversos benefícios e vantagens durante sua graduação, tais como:

  • Base para o TCC  

Para os universitários de plantão: usem o tema da Iniciação Científica para o TCC. Pela densidade da pesquisa, proposta e objetivos, é comum que a derivação do projeto possa se transformar em um TCC de luxo, praticamente pronto e com o tema na ponta da língua.

Alguns universitários, com a autorização de seus orientadores, apenas fazem poucas alterações e pronto! o TCC já está feito!

Toda aquela ansiedade e pressão que você passou na finalização do seu projeto de Iniciação Científica pode ser o coringa para uma reta final de curso muito mais tranquila.

  • Bolsas de auxílio e incentivo à pesquisa

Sabemos que nem tudo na vida universitária são flores. Mas dependendo da modalidade de pesquisa, perfil do orientador ou objeto de estudo, é comum que o aluno receba uma bolsa auxílio – estamos falando de dinheiro – devido a sua dedicação à pesquisa.

Existem algumas regras – cada bolsa tem as suas especificidades –, mas o estudante pode contar com esse auxílio financeiro, quando o projeto é aprovado dentre os órgãos que já citamos.

Uma ajudinha financeira não é nada mal, hein?

  • Contato direto com professores e teóricos da área

Quando se inicia um projeto de Iniciação Científica, um professor ou uma equipe de professores geralmente têm a função de orientar e auxiliar em todo o processo, como um gestor em uma empresa com seus funcionários.

Nesse caso, o aluno é inserido em um universo de pesquisas e teorias de forma mais ampla e diferenciada do que nas salas de aula.

É possível absorver bastante conhecimento e torná-lo aplicável no dia a dia.

Com os estudos e pesquisas, técnicas, métodos e a visão dos teóricos vão se convergindo e fazendo um pouco mais de sentido, ampliando os horizontes sobre o tema abordado.

  • Participação em eventos

É bastante comum existirem eventos da área ou gerais focados na apresentação de trabalhos acadêmicos e de Iniciação Científica.

Simpósios, Encontros, Colóquios, Grupos de Estudo e Mostras são alguns dos eventos com esse enfoque, onde categorias de temas e estudos são apresentados em painéis ou apresentações mesmo.

Esses eventos podem conter premiações, além de colocar o graduando em contato com outros pesquisadores da área, referências nos temas e se atualizar com as novidades dos assuntos de seu interesse.

Seguindo Carreira Acadêmica

Pessoas que têm um contato mais aprofundado com a pesquisa na vida acadêmica, podem encontrar nessa afinidade uma opção de carreira: a acadêmica.

Pela aproximação com os professores, temáticas de pesquisa, linguagem e estruturas da investigação, o estudante pode continuar sua carreira pesquisando e desenvolvendo teorias sobre linhas teóricas que goste através de um programa de Mestrado Acadêmico.

Diversas universidades públicas oferecem o programa de forma gratuita e ter feito Iniciação Científica pode contar pontos no ranqueamento dos candidatos.

Vale ressaltar que existem modalidades de mestrados diferentes: o latu sensu e stricto sensu, sendo a primeira com um perfil mais profissionalizante e especialista, como o MBA e a pós-graduação em si.

Já a segunda compreende os programas de mestrado e doutorado, mais focados na academia e teorias.

Os programas de mestrado podem incluir parcerias com universidades internacionais e o intercâmbio para aprimoramento de técnicas investigativas também é uma opção.

Agora que você já está craque sobre Iniciação Científica, o Mettzer formata qualquer trabalho acadêmico nas normas da ABNT, da capa até as referências bibliográficas.

Já são mais de 115 mil projetos formatados e milhares de estudantes tranquilos. Acesse nosso site agora e conheça nosso trabalho.

Summary
Article Name
Iniciação Científica: o que é e porque participar desse tipo de projeto
Description
Iniciação Científica é indicada para todos, pois as técnicas investigativas e a produção de conteúdo podem servir como base para o TCC. Saiba mais agora!
Author
Publisher Name
Mettzer