Doutorado: conteúdo completo sobre essa pós-graduação stricto senso

Compartilhe esse post:
Tempo médio de leitura: 6 minutos

O doutorado é o último grau da pós-graduação stricto sensu, em que a pesquisa final deve ser uma tese inédita.


Doutorado: o que é?

O doutorado é uma pós-graduação stricto sensu indicada para quem quer aprofundar ainda mais o seu conhecimento sobre determinada área ou matéria.

Normalmente, esse aprofundamento é feito de um tema já estudado anteriormente durante a graduação ou, então, no mestrado, mas não há uma obrigatoriedade porque também existe a possibilidade de mudar de tema no decorrer.

Processo seletivo para doutorado

Em geral, a seleção para o doutorado inclui análise do currículo, aprovação do projeto de pesquisa e entrevista com avaliadores.

Pode, ainda, ser realizada uma prova de conhecimentos específicos e gerais além de uma avaliação de proficiência em um idioma estrangeiro.

Além disso, a maioria dos programas exigem o domínio de, pelo menos, dois idiomas estrangeiros.

Após o doutorado há diversas opções de pós-doutorado, que é uma modalidade de estágio para a aplicação do conhecimento adquirido no doutorado. Ele é totalmente voltado para o campo da pesquisa e, no Brasil, tem duração de dois anos em média.

Quem pode fazer doutorado?

De acordo a Resolução nº 1/2007, artigo 1º, parágrafo 3, estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC), apenas portadores de diploma de curso superior podem fazer matrícula em cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Além disso, o inciso III, do artigo 44 da Lei nº 9.394/1996, coloca entre as exigências para participar dos programas ser devidamente diplomado em algum curso superior de graduação.

Entretanto, o doutorado é recomendado, principalmente, para pessoas que desejam atuar futuramente como pesquisador ou pesquisadora, ou na docência.

Pós-graduação Stricto Sensu e Lato Sensu: diferenças

Stricto sensu

Stricto sensu é uma expressão latina que significa “em sentido estrito”.

Assim, é utilizada para referir que determinada interpretação deve ser compreendida no seu sentido estrito.

Além da classificação da pós-graduação, ela também pode ser utilizada em outros idiomas, além de áreas de estudo específicas como Biologia, Direito, Linguística, Semiótica, dentre outras.

No Brasil, as expressões latinas “lato sensu” e “stricto sensu” foram introduzida no sistema de ensino para distinguir os cursos de pós-graduação de menor ou maior nível.

Lato sensu

Já, Lato Sensu significa “em sentido amplo” e compreende os cursos de pós-graduação voltados para alguma especialização.

Somente poderão participar de um curso Lato Sensu aqueles que tiverem concluído alguma graduação, independente da área.

Normalmente, a pós-graduação é escolhida por aqueles que já trabalham, seja para auxiliar na sua profissão, no seu emprego atual ou para buscar novas oportunidades (reposicionamento do mercado de trabalho).

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os cursos da modalidade Lato Sensu devem ter, no mínimo, 360 horas de duração.

Os alunos que completarem essa pós-graduação não receberão um diploma, mas um certificado comprovando a conclusão do curso.

Mestrado e doutorado: principais diferenças

O doutorado normalmente está vinculado à capacitação como pesquisador ou pesquisadora. Assim como o Pós-Doutorado e/ou a livre-docência.

Entretanto, o mestrado não é pré-condição obrigatória para o ingresso no doutorado. Pessoas com bom desempenho ou notório saber podem ser aceitos diretamente em alguns programas de doutorado, dependendo do edital.

Tempo de duração

Uma das grandes diferenças é o tempo de duração de cada um dos cursos.

Enquanto o mestrado tem duração média de dois anos, o doutorado pode variar entre quatro e cinco anos.

Imersão na pesquisa

A segunda maior diferença está na intensidade e profundidade do que está sendo estudado.

Enquanto o mestrado traz um estudo maior sobre alguma área ou assunto vistos durante a graduação. E é normalmente indicado para quem gosta da pesquisa e da área acadêmica.

O doutorado, por sua vez, é indicado para quem quer aprofundar ainda mais o seu conhecimento sobre determinada área, atuando diretamente na pesquisa.

Trabalho de conclusão

Ainda, o trabalho de conclusão de ambos é bastante diferente entre essas pós-graduações.

Neste sentido, no mestrado a orientação também envolve a seleção das disciplinas e o acompanhamento na elaboração de sua dissertação.

A dissertação é o resultado das pesquisas realizadas durante o curso e não precisa ser inédito.

Já, no doutorado quem pretende se candidatar deverá entregar um projeto de pesquisa para elaborar uma tese, que deve ser inédita e representar um avanço no conhecimento da área pesquisada.

Como é o curso de doutorado?

Após o cumprimento das disciplinas obrigatórias, geralmente nos dois primeiros anos, inicia um mesmo período de dedicação ao projeto de pesquisa científica e à elaboração da tese.

Além da tese, o decorrer de um doutorado exige muita produção científica pro meio de diversos tipos de pesquisa como artigos científicos, apresentações em anais de eventos, dentre outros.

Tese e diploma

A tese, que é submetida a uma banca examinadora, deve conter um ponto de vista inédito, que contribua para o avanço do conhecimento. O pós-graduando é submetido a uma sabatina por especialistas da banca.

Tendo aprovação, será titulado com diploma de doutor ou doutora.

Portanto, a tese de doutorado é uma monografia extensa, em que o pós-graduando deve demonstrar originalidade na abordagem do tema durante a pesquisa sobre um determinado objeto.

Da mesma forma que o mestrado, deve levantar a discussão teórica já realizada sobre a questão, elaborar hipóteses e verificá-las ao longo do trabalho, mas de forma aprofundada.

Doutorado no ensino à distância (ead)

O doutorado ead exige que a instituição siga algumas determinações do MEC e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Em primeiro lugar, para poder oferecer um curso de doutorado a distância, a instituição de ensino precisa ser reconhecida pelo MEC.

A metodologia dos cursos de doutorado EaD varia de acordo com o programa da instituição que o oferece.

Ainda assim, mesmo à distância, essas aulas de doutorado têm encontros e atividades presenciais.

Isso porque todo doutorado a distância, de acordo com a legislação do MEC, precisa obrigatoriamente incluir atividades e provas presenciais.

Além disso, deve submeter o programa à autorização da Capes e comprovar que mantém um grupo de pesquisa na mesa área de conhecimento do curso oferecido.

Cumprindo essas premissas, o diploma do doutorado EaD terá a mesma validade que o curso presencial.

O que é o doutorado sanduíche?

O doutorado sanduíche é a possibilidade de cursar ou realizar parte da pesquisa em uma instituição de ensino de outro país.

Como realizar um doutorado sanduíche?

Para conseguir um doutorado sanduíche é necessário que o estudante esteja atento aos editais com informações sobre as vagas disponíveis. Os programas mais conhecidos são o do doutorado sanduíche Capes e CNPQ.

Após realizar o processo seletivo e ser aceito na modalidade, o doutorando recebe um auxílio financeiro para custear passagens aéreas, hospedagens, taxas, seguro saúde, e o que mais constar no edital.

Na universidade para qual foi selecionado, o estudante poderá dar seguimento aos seus estudos e ter a oportunidade de ampliar os seus conhecimentos, conhecer profissionais que atuam em seu campo de estudo, ter acesso a outros laboratórios, além da experiência de vivenciar uma nova cultura.

Dessa forma, o doutorado sanduíche é uma oportunidade de especialização no exterior.

Doutorado profissional

Tendo em vista o sucesso dos cursos de Mestrado Profissional, a CAPES visou implementar o Doutorado Profissional.

Desta forma, projetos mais grandiosos e com aplicações mais específicas poderiam ser realizados.

Então, o Ministério da Educação (MEC) homologou a Portaria Nº 389, em março de 2017. Para melhor entender as diretrizes destes cursos, cabe salientar o Artigo 2º do texto, o qual considera que são objetivos do Mestrado e Doutorado Profissional:

I – capacitar profissionais qualificados para o exercício da prática profissional avançada e transformadora de procedimentos, visando atender demandas sociais, organizacionais ou profissionais e do mercado de trabalho;

II – transferir conhecimento para a sociedade, atendendo demandas específicas e de arranjos produtivos com vistas ao desenvolvimento nacional, regional ou local;

III – promover a articulação integrada da formação profissional com entidades demandantes de naturezas diversas, visando melhorar a eficácia e a eficiência das organizações públicas e privadas por meio da solução de problemas e geração e aplicação de processos de inovação apropriados, e;

IV – contribuir para agregar competitividade e aumentar a produtividade em empresas, organizações públicas e privadas.

Diferença entre Doutorado, Pós-doutorado e PHD

Diferença entre Doutorado, Pós-doutorado e PHD

Formatação automática de teses nas normas da ABNT

Uma pós-graduação vai te ajudar, e muito, na construção de um bom currículo lattes além de alavancar a sua carreira e te aproximar cada vez mais de um trabalho que goste.

Por isso, é necessário que a sua produção científica não pare.

Para isso, conte com o Mettzer, o editor que formata automaticamente qualquer trabalho nas normas da ABNT.

Resumo
Artigo
Doutorado: conteúdo completo sobre essa pós-graduação stricto senso
Descrição
O doutorado é o último grau da pós-graduação stricto sensu, em que a pesquisa final deve ser uma tese inédita. Confira o material completo!
Autor
Publicador
Mettzer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.