6 dicas para melhorar sua vida de universitário

0
(0)

Essas 6 dicas podem te ajudar muito a ter uma vida de universitário mais simples, equilibrada e produtiva.


Existem muitos temas na vida de um universitário que ultrapassam os conteúdos do ensino médio e do vestibular né?

E, na maior parte do tempo, ninguém ensina como lidar com essas questões. Nem na escola, nem na faculdade.

No que for possível, quero te ajudar. Fiz esse post pensando no que eu gostaria de ter escutado quando eu entrei na faculdade.

Mas qualquer dúvida, não deixe de me escrever, ok? 🙂

O que é um universitário?

Como o próprio nome sugere, universitários são pessoas que estudam em uma universidade. Isso significa que são todas as pessoas estudantes da graduação e da pós-graduação, tanto stricto quanto lato sensu.

Então, de forma geral, ser um universitário representa fazer parte de uma categoria bastante abrangente. Já que alcança alunas e alunos tanto de cursos de bacharelado, licenciatura, tecnólogos até os cursos de mestrado e de doutorado.

Mas mais do que isso: a época de universitário compreende uma fase única na vida de qualquer pessoa. É um momento em que as oportunidades vão muito além das aulas em sala de aula.

Afinal de contas, é possível aprender e se desenvolver em monitorias, estágios, cursos extracurriculares, bolsas de iniciação científica, projetos de extensão, eventos acadêmicos, além de todas as atividades de lazer e socialização.

É por isso que, independentemente da idade de estudantes, esse é um momento de bastante desenvolvimento profissional e pessoal das pessoas. É na universidade que, muitas vezes, desenvolvem-se consciência crítica e conhecimentos que te acompanharão por toda vida em diante.

Dicas para sua vida de universitário

A primeira coisa que quero te dizer é que seu curso não vai definir a sua vida. Mas pode ter um efeito sobre ela. Claro, para muitas pessoas a faculdade vira profissão e aí por diante. Mas a vida não é tão exata assim.

Gosto de pensar na faculdade como um lugar que você vai treinar e desenvolver habilidades. Você vai aprender muitas coisas, técnicas e sobre a vida.

Isso significa que o seu sucesso profissional não está pré-determinado pela sua faculdade. Suas notas também não determinam o seu valor e a sua inteligência.

A faculdade pode ser apenas um fator para facilitar o percurso, se você puder (diante de muitos contextos e fatores) aproveitá-la.

Dito isso, aqui estão nossas dicas para melhorar a sua vida de universitário:

1. Se planeje

Um dos aspectos mais importantes para conseguir dar conta de todas as atividades acadêmicas é se planejar e se organizar. Afinal, você vai precisar cumprir muitos prazos diferentes.

O cronograma de estudos pode ser uma ferramenta importante nesse caminho. Então, de forma geral, as três informações mais relevantes do cronograma são:

  • as tarefas que você precisa cumprir;
  • o intervalo de tempo que você deve fazer cada tarefa;
  • o prazo final para realizar cada tarefa específica.

O importante é que você tenha em mente duas organizações: uma organização diária e/ou semanal e uma organização mais ampla.

A organização diária ou semanal da sua agenda é o contexto mais prático. Deve servir para você saber o que você deve fazer no dia e na semana.

E outra organização mais ampla que consiga te fornecer um panorama de prazos de cada etapa do trabalho e do semestre como um todo. Sempre tendo em vista o prazo final de entrega do trabalho, que é o prazo mais importante de todos.

Você pode fazer uma tabela simples com a ordem de execução, o nome da tarefa, a data de início e a data de entrega.

Aqui estão nossas dicas para fazer um cronograma de estudos:

  1. Divida as tarefas no maior número possível
  2. Evite prazos muito longos
  3. Confira os prazos da universidade
  4. Faça uma lista de todas as atividades
  5. Distribua as tarefas ao longo do tempo
  6. Não esqueça das tarefas que demandam tempo de outras pessoas
  7. Tome cuidado com prazos impossíveis

O mais importante disso tudo é que não adianta criar um plano de estudos completo, mas não cumpri-lo. Você deve incluir prazos possíveis de cumprir. E, depois disso, se esforçar pra realmente cumpri-los.

2. Busque uma rotina equilibrada

Sem dúvida, a vida de universitário não é só estudar. Aliás, vão aparecer muitas novas oportunidades de fazer amigos, ir em festas e socializar.

Com um bom cronograma e gestão do tempo, você pode desenvolver uma rotina equilibrada: além de estudar, também conseguir se divertir.

Essa é uma dica fundamental, especialmente em um contexto em que tantos estudantes enfrentam problemas de saúde mental. Cuidado com estresse, ansiedade, depressão, cansaço exagerado… Isso definitivamente não são coisas que você deve suportar sem cuidado e acompanhamento, ok?

3. Avalie a qualidade dos seus estudos (não só a quantidade)

Bom, a primeira coisa que eu quero te falar é que o segredo para aprender mais não é estudar por mais tempo. O que você precisa, na verdade, é estudar da maneira certa.

Então, não adianta estudar por 10 ou 12 horas por dia e estudar de forma errada. Afinal de contas, não é o tempo de estudo que vai definir a sua aprendizagem. Mas é a qualidade do estudo nesse tempo.

Ok, isso não é desculpa para estudar por pouco tempo. Você precisa estudar por tempo suficiente. Mas não é só isso.

Inclusive, existem pesquisas científicas que indicam que estudar muito prejudica a eficiência do aprendizado. Nesse caso, pesquisadores demonstraram que isso acontece porque a capacidade das pessoas de lembrar algo é menor do que a capacidade de estudar.

Na prática, você pode (e deve!) avaliar a qualidade de seus estudos. E isso passa, sem dúvidas, por aprender formas melhores de estudar.

Aqui estão nossas dicas de como estudar mais e melhor para otimizar seus resultados:

  1. Utilize materiais impressos
  2. Tente evitar distrações
  3. Faça e obedeça um plano de estudos
  4. Evite as ilusões de aprendizado
  5. Tente fazer conexões entre as ideias
  6. Use o sistema Leitner
  7. Avalie seu progresso e teste seus conhecimentos
  8. Explique as ideias para alguém
  9. Descanse
  10. Crie um ambiente estimulante para você estudar

4. Participe das atividades complementares

Você já sabe que, além das aulas dentro das salas de aula, existem muitas atividades que não estão na grade curricular. Entre elas estão os estágios, os projetos de extensão, os eventos acadêmicos, as bolsas de iniciação científica. Além da participação no centro acadêmico, empresa júnior e atlética.

Enfim, embora sejam complementares à grade, essas atividades complementam todos os conhecimentos e habilidades importantes para a futura profissão.

De forma geral, nessas atividades é possível exercitar senso de responsabilidade, autonomia e prática profissional. Mas a lista é infinita, hein? Além de mudar dependendo de cada área do conhecimento.

Na área do Direito, por exemplo, um estágio pode auxiliar no contato com a prática jurídica em tribunais e em escritórios de advocacia, que complementa a teoria da sala de aula.

Então, não deixe de aproveitar essas oportunidades também.

5. Crie uma rede de relacionamentos

De forma geral, a vida de universitário demanda um grande senso de coletividade. Mesmo porque, quase todas as atividades que se desenvolve são coletivas.

Então, é uma ótima oportunidade pra criar uma rede de relacionamentos. Se for possível, tenha amizades na faculdade, mais do que contatos.

É importante ter com quem contar durante esse período, seja para auxiliar em algum conteúdo da faculdade, para dividir tarefas de um trabalho… enfim.

Lembre-se, inclusive, que todos os seus colegas são os futuros companheiros de profissão. Isso significa que, provavelmente no futuro, vocês trabalhem dentro de uma mesma área do mercado de trabalho.

E dentro dessa dica, tem outra bônus: se não estiver acompanhando o conteúdo, peça ajuda. Faça perguntas. Existem pessoas monitoras, colegas, professores. Peça orientação. Saiba falar sobre o que você precisa.

Só não se esqueça que essa rede de relacionamentos deve ser genuína e uma via de mão dupla. Você não pode querer apenas ser ajudado. Pelo contrário: deve se esforçar também para colaborar com outras pessoas, oferecer auxílio e empatia quando puder.

6. Conheça seu processo criativo

Quase ninguém dá bola para esse tema. Mas a criatividade é uma habilidade que nunca esteve tão em alta.

Segundo a pesquisa Future of Jobs, do Fórum Econômico Mundial, nos próximos anos a criatividade será uma das dez habilidades profissionais que vão fazer os olhos das grandes empresas brilharem.

Além do mais, a vida acadêmica exige uma boa dose de criatividade, que vai desde as escolhas dos temas até a produção de infinitos trabalhos acadêmicos com qualidade e originalidade.

Quer dizer: é uma dica que vai te ajudar a desenvolver tanto as suas habilidades como um universitário, mas que se estenderá também para sua vida profissional. E isso já é suficiente para te incentivar a estudar sobre os processos criativos, não é mesmo?

O primeiro passo é entender o que, afinal, é um processo criativo. Vamos lá. De forma geral, o processo criativo é um processo de estruturação para o desenvolvimento de atividades criativas: desde o surgimento da ideia até a realização do projeto.

Nesse contexto, executar um processo criativo é direcionar esforços para organizar pensamentos e ideias para colocar a criatividade em prática.

É importante ter em mente que o processo criativo é um padrão específico do percurso para chegar em novas ideias. Mesmo porque as ideias não surgem de um momento de iluminação, como um flash na mente de um gênio criativo.

É justamente o contrário: as ideias inovadoras precisam de um processo que leva um certo tempo. O que realmente faz esse processo ser eficiente é tê-lo como uma prática estável e recorrente.

Depois que você conhece e define o seu próprio processo criativo, fica muito mais fácil direcionar esforços para as etapas desse processo. No fim, você otimiza o seu tempo e melhora sua produtividade.

Sem contar que a definição de um processo criativo com etapas muito bem estruturadas evita que você fique paralisada em bloqueios criativos.

Formatação automática de trabalhos acadêmicos nas normas da ABNT

Além disso tudo, você também vai precisar aprender sobre as normas científicas. Afinal de contas, independentemente do tipo de produção – seja um TCC, uma monografiadissertação e até tese, você deve respeitar as normas da ABNT e normas APA.

Se você seguir as regras, seu trabalho vai ficar pronto pra publicar. Mas o tanto de trabalho que dá né?

A boa notícia é que você não precisa passar por isso. Use a tecnologia a seu favor: nós podemos te ajudar 🙂

O Mettzer é o melhor editor de textos do mercado, que formata de forma automatizada qualquer trabalho nas normas ABNT: desde a capa até às referências bibliográficas.

Apresentação Geral - Mettzer

Assim, você ganha tempo e tranquilidade e pode se dedicar exclusivamente ao conteúdo do seu trabalho.

Se interessou? Faça um teste gratuito por 7 dias.

O que é um universitário?

Universitários são pessoas que estudam em uma universidade. Isso significa que são todas as pessoas estudantes da graduação e da pós-graduação, tanto stricto quanto lato sensu.

Quais as dicas para uma boa vida de universitário?

1. Se planeje
2. Busque uma rotina de equilíbrio
3. Mantenha uma rede de relacionamentos
4. Participe de atividades complementares
5. Conheça seu processo criativo
6. Avalie a qualidade dos seus estudos (não só a quantidade)

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Junte-se aos mais de 750 mil estudantes que usam o Mettzer todos os dias

Das anotações de aulas até a tese de doutorado

Você nem precisa cadastrar o cartão para testar!


Formas de pagamento

Garantia de 7 dias ou seu dinheiro de volta


Mettzer Sistemas LTDA - 20.874.116/0001-67
Acate - Rodovia SC 401, 4100 - Km4 - Florianópolis/SC


Termos de Uso | Políticas de privacidade | Segurança | Status