Todo trabalho de conclusão de curso precisa ser baseado numa pesquisa bem fundamentada, que tem referenciais teóricos e metodologia bem definidas. É a partir de uma investigação assim que se pode levantar dados, informações e conclusões seguras que vão pautar a redação do texto e a produção de uma boa monografia.

Para atingir esse objetivo, não basta apenas ter um objeto de pesquisa relevante, mas é preciso também ter métodos selecionados para a coleta e análise de dados. Afinal, é a metodologia que vai permitir traçar um modo de trabalho coerente com a investigação do tema do seu TCC.

Dentre as diversas metodologias de pesquisa que podem ser utilizadas, está a pesquisa descritiva, que pode ser muito útil para a investigação do seu TCC, principalmente quando não se deseja interferir no registro dos fatos observados. Nos parágrafos a seguir, explicaremos melhor o que é este método de pesquisa e suas características, além de suas vantagens para seu trabalho acadêmico.

Tipos de pesquisa

Antes de nos aprofundarmos na metodologia da pesquisa descritiva, é importante conhecer quais outros tipos de pesquisa existem e entender melhor suas diferenças. Além da descritiva, temos ainda as pesquisas exploratória e explicativa.

A pesquisa exploratória é aquela que permite ao investigador conhecer mais a fundo o objeto de seu estudo quando ele ainda não lhe é familiar. Isto quer dizer que, ao se deparar com um problema de pesquisa sobre o qual o autor do TCC ainda não possui muitas informações, ele não tem como definir quais procedimentos deve utilizar para analisar aquele problema. Assim, é preciso fazer uma pesquisa inicial para identificar características e levantar dados sobre o problema investigado.

Essa sondagem inicial é a pesquisa exploratória, que vai possibilitar que o pesquisador se aproxime do tema analisado e possa então identificar informações importantes sobre ele e formular hipóteses que conduzam sua investigação. Em outras palavras, a pesquisa exploratória ajuda a criar familiaridade entre o pesquisador e o tema pesquisado, permitindo assim se possa identificar a melhor maneira de abordar o objeto de seu estudo.

Já a pesquisa explicativa busca se aprofundar no conhecimento de um determinado tema, permitindo assim identificar as razões por trás do problema investigado, isto é, descobrir quais são suas causas. Dessa forma, ela procura fazer inferências a partir de um objeto de pesquisa, identificando as variáveis que contribuem para o processo e suas relações de dependência.

Devido à estas características e seu objetivo de observar os fenômenos analisados aplicados na realidade, essa metodologia de pesquisa está mais fundamentada em métodos experimentais e aplicação prática, sendo mais comumente utilizada nas ciências físicas e naturais.

O que é e como desenvolver uma pesquisa descritiva

A pesquisa descritiva se propõe a estudar, registrar, analisar e interpretar um problema de pesquisa sem a interferência do investigador. Desta maneira, seu objetivo é identificar características e variáveis que se relacionam com o fenômeno que é objeto de estudo da pesquisa, buscando estabelecer as relações entre todos estes fatores.

Ela se assemelha bastante com a pesquisa exploratória em sua metodologia, sendo que a principal diferença entre ambas é que na pesquisa descritiva o investigador já possui maior familiaridade com o tema analisado e, portanto, sua principal contribuição é proporcionar uma nova perspectiva sobre determinada realidade já observada.

Na pesquisa descritiva, pode se utilizar diversos métodos para a coleta de dados, como análise documental, estudos de campo, levantamentos, observação e entrevistas, apenas para citar alguns exemplos. Além disso, ela possui duas características principais, que são a naturalidade, isto é, o problema de pesquisa é analisado em seu estado natural, e um alto grau de generalização, pois as conclusões devem levar em conta todo o conjunto de variáveis que se relacionam com o objeto do estudo.

Dessa forma, para desenvolver uma pesquisa descritiva no seu TCC, você precisa estabelecer técnicas padronizadas para a coleta de dados, como o uso de questionários ou observação sistemática, por exemplo, depois deve descrever os dados levantados e, por fim, analisá-los de forma simples e objetiva, sem fazer ponderações pessoais acerca do objeto do estudo. Ao seguir estas dicas, você poderá utilizar a pesquisa descritiva para conhecer melhor o tema do seu estudo e se aprofundar na sua investigação para produzir uma monografia de qualidade.

E para garantir que seu TCC seja bem avaliado, também é essencial ter uma boa formatação e estar adequado às normas ABNT, pois as bancas avaliadoras utilizam esse fator como um critério de avaliação. Por este motivo, utilize o Mettzer para formatar seus trabalhos acadêmicos de acordo com as normas ABNT de forma automática, evitando que você perca pontos por esse motivo e tornando a produção da sua monografia muito mais fácil!