Bibliografia: guia completo com tudo o que você precisa saber

|
Tempo médio de leitura: 13 minutos
5
(4)

Publicado por Naína Tumelero em 09 de agosto de 2019. | Atualizado em 10 de março de 2021.

Bibliografia é o conjunto de fontes de pesquisas, de onde o autor retira informações para desenvolver a fundamentação teórica de seu trabalho acadêmico.


Você está com dificuldades de fazer a bibliografia de seu trabalho acadêmico?

Então, está no lugar certo. Esse é um guia completo para te explicar tudo que você precisa saber para fazer a bibliografia do seu TCC.

Se você seguir o passo a passo, garanto que o caminho vai ser bem mais fácil, ok?

Além do mais, você pode contar com a ajudar de algumas ferramentas nesse caminho.

Eu conto tudo no post. Vem ver 🙂

Sumário:

MAS AFINAL, O que é bibliografia?

O primeiro passo é entender o que é uma bibliografia. Pois bem. De forma geral, a bibliografia é o conjunto de fontes de pesquisas, de onde o autor retira informações para desenvolver a fundamentação teórica de seu trabalho acadêmico.

É um requisito obrigatório para os trabalhos acadêmicos, inclusive nas dissertações e nas teses.

Você já deve saber, mas a fundamentação teórica – que também pode ser chamada de revisão bibliográfica, referencial teórico, revisão de literatura – é a revisão das pesquisas e das discussões de outros autores sobre o tema do trabalho. Ou seja: é a contribuição das teorias de outros autores para a sua pesquisa.

Sendo assim, a bibliografia é o conjunto dessas fontes de pesquisas sobre as quais se desenvolve a discussão do tema do trabalho.

Então, a bibliografia compreende o produto de fontes de pesquisa, que podem ser livros e artigos científicos, por exemplo.

Por essa razão, a bibliografia remete à lista de referências bibliográficas do trabalho, que é a listagem de identificação de cada uma das obras que constitui a bibliografia, a partir de elementos como autor, título, local, edição, editora e data de publicação.

POR QUE FAZER UMA BIBLIOGRAFIA NO TRABALHO ACADÊMICO?

Mas, você saber por que é necessário desenvolver a bibliografia no seu trabalho acadêmico?

Bom, a resposta é simples. O melhor jeito de garantir a defesa da própria ideia em um trabalho acadêmico é buscar referências de outras produções acadêmicas.

E tudo começa a partir de uma boa pesquisa bibliográfica. Que consiste na coleta de fontes de pesquisa confiáveis e na análise de cada conteúdo.

É a partir das teorias de outros autores que você poderá provar que a teoria do seu trabalho tem embasamento e respaldo teórico de outros estudos. É aqui que entram as citações e as referências. Porque as referências aos outros trabalhos virão no trabalho a partir das citações e, posteriormente, no final, das referências bibliográficas.

Afinal de contas, para utilizar conceitos e teorias de outros autores, você precisará referenciá-los para dar os devidos créditos. Entendeu?

Por esse motivo, é preciso muito cuidado para não errar na formatação das referências bibliográficas e acabar incorrendo em plágio.

Como fazer a bibliografia do seu trabalho acadêmico

Agora que você já sabe o que é a bibliografia e a importância de desenvolvê-la no seu trabalho acadêmico, vamos à pergunta que vale ouro: como fazer a bibliografia do trabalho?

Vamos lá. Tentei sistematizar em três passos principais. Já vou logo te avisando que não são passos simples.

Mas tenha em mente que se você conseguir seguir o passo a passo que proponho aqui, o desenvolvimento de sua bibliografia vai parecer muito mais fácil.

Faça a pesquisa bibliográfica

O primeiro passo é realizar a pesquisa bibliográfica. É a partir da pesquisa você vai coletar as fontes de pesquisa que serão necessárias para o desenvolvimento do seu trabalho.

Para fazer essa pesquisa, você já vai ter que ter muito bem delimitado o tema, os objetivos e o problema de sua pesquisa científica. Eu costumo dizer que esses itens são a lente através da qual você vai conseguir ver o seu trabalho.

Afinal de contas, antes de iniciar a procurar, você precisa saber o quê você está procurando, certo? 🙂

Você também deve buscar por fontes de pesquisa confiáveis e que sejam atuais.

Desenvolva o referencial teórico

Eu poderia dizer que o próximo passo é desenvolver o referencial teórico. Mas a verdade é que esses dois passos são realizados quase ao mesmo tempo.

Enquanto você está pesquisando as fontes de pesquisa, o referencial teórico também já está se desenvolvendo. A construção é bastante simultânea: você encontra fontes de pesquisas e vai construindo a compreensão sobre a teoria de outros autores.

O passo fundamental aqui é, em termos mais simples, escrever o referencial teórico.

Estruture as referências bibliográficas

Talvez você já saiba mas, assim como as citações, espaçamento e margens do trabalho, as referências bibliográficas também devem seguir as normas da ABNT.

Mas esse assunto tem muitos detalhes e merece um tópico específico.

ITENS OBRIGATÓRIOS A QUALQUER REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ABNT

Em ordem, os itens obrigatórios em uma referência bibliográfica são: autor, título da obra, local, editora e data de publicação.

Autoria

Em primeiro lugar, vamos falar da autoria do trabalho. Não por menos, a autoria é o primeiro item da referência bibliográfica nas normas da ABNT.  

Quem escreveu a ideia – ou seja, o autor ou autora do trabalho -, é o fator mais importantes para determinar a origem da citação.

A quantidade de autores e a natureza da autoria mudam a forma como os sobrenomes devem ser colocados. Mas, vamos explicar isso melhor mais adiante.

Título da obra

Em seguida, vem o título da obra. Também é autoexplicativo, já que seria impossível saber do que se trata sem nomear o artigo citado.

Ele pode estar negritado e caso haja um subtítulo, deve-se separá-los por dois pontos. O subtítulo não é em negrito.

Local

Depois, é importante deixar claro o local da publicação. E complementar a informação referente à editora.

Desta forma, é praticamente impossível que dois trabalhos publicados por editoras de nomes semelhantes sejam confundidos.

Data

Por último, é a data de publicação. É uma forma de determinar se o estudo citado está de acordo com as últimas descobertas. Mas, também é uma maneira de diferenciar artigos com títulos semelhantes ou iguais. Isso é mais comum do que se pensa.

Use agora nosso gerador de referências

Criamos um gerador de referências para você usar em seu trabalho, basta colocar o conteúdo e está pronta para entregar na ABNT.

COMO FAZER AS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS NAS NORMAS DA ABNT

Referências  bibliográficas de livros

Livro com apenas um autor

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local de publicação: Editora, ano de publicação da obra.

Exemplo:

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

Livro com até três autores

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.

Exemplo:

ARUZZA, Cinzia; BHATTACHARYA, Tithi; FRASER, Nancy. Feminismo para os 99%: um manifesto. São Paulo: Boitempo, 2019.

Livro com mais de três autores

SOBRENOME, Nome et al. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.

Exemplo:

DILGER, Gerhard et al. Descolonizar o imaginário: debates sobre pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento. São Paulo: Fundação Roxa Luxemburgo, 2016.

Livro com autor desconhecido

TÍTULO DO LIVRO, Local: Editora, ano.

Exemplo:

A MULA SEM CABEÇA. Florianópolis: Editora X, 2020.

Referência da Constituição Federal ou Estadual

LOCAL. Título (ano). Descrição. Local do órgão constituinte, ano de publicação.

Exemplo:

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Centro Gráfico, 1988.

Legislação comum

BRASIL. Lei nº XX.XXX, de dia de mês de ANO. Função da lei. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. XX, n. XX, data de publicação do Diário.

Exemplo:

BRASIL, Lei nº 9.029, de 13 de abril de 1995. Proíbe a exigência de atestados de gravidez e esterilização e outras práticas discriminatórias, para efeitos admissionais ou de permanência da relação jurídica de trabalho e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. 01, n. 55, 1995.

Artigo de periódico ou revista

SOBRENOME, Nome abreviado. Título do artigo. Título da Revista, Local de publicação, número do volume, páginas inicial-final, mês e ano.

Exemplo:

KILOMBA, Grada. A máscara, Revistas USP, n. 16, p. 23-40, 2016.

Artigo apresentado em um evento

SOBRENOME, Nome. Título do trabalho apresentado. In: TÍTULO DO EVENTO, nº do evento, ano de realização, local (cidade de realização). Título do documento (anais, resumos, etc). Local: Editora, ano de publicação. Páginas inicial-final.

Exemplo:

SILVA, João. A contribuição de Paulo Freire na Pedagogia. In: JORNADA DE PEDAGOGIA, nº 3, 2019, Florianópolis. Resumos. Florianópolis: Editora X, 2020, p. 20-50.

Referência de monografia, dissertação ou tese

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Ano de apresentação. Número de folhas ou volumes. Categoria (área de concentração) – Instituição, Local, ano da defesa.

Exemplo:

CARNEIRO, Aparecida Sueli. A construção do outro como não-ser como fundamento do ser. 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Curso de Educação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

Obras coletivas ou de autoria de entidades

AUTOR, Nome do. Entidade. Título. Local, ano.

Exemplo:

SÃO PAULO, Prefeitura Municipal de. Secretaria de Cultura. Dados sobre os aspectos culturais de São Paulo. São Paulo, 2017.

Referências de sites

Existem diversos tipos de materiais para consultar em sites. Assim, as referências de sites variam de acordo com o tipo. Também, possuem alguns detalhes específicos.

Por esse motivo, preparamos um material completo com tudo que você precisa saber para fazer referências de sites e artigos online.

Consulte este post específico para referência de site e artigos online.

referências bibliográfica nas normas ABNT
Resumo de referências bibliográficas

REGRAS ESPECIAIS DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Pontos específicos de formatação

Os pontos específicos de formatação para as referências são:

Espaçamento

Apenas dois espaços simples devem separá-las.

Alinhamento

O alinhamento deve estar à esquerda

Ordenação

Deve-se colocar as referências bibliográficas em ordem alfabética. Contudo, cuidado: não se pode considerar os artigos definidos e indefinidos.

Títulos e subtítulos

Deve-se separar os títulos e subtítulos usando dois pontos.

Apud em referências bibliográficas

O apud é utilizado quando se faz uma citação de citação. Significa “citado por”. É utilizado quando você não tem acesso à fonte original, apenas à citação.

Atenção. Não é muito indicado utilizar o apud, porque passa a mensagem de falta de confiabilidade na citação. Isso se dá em razão da distância com a fonte original da citação.

Você pode estar utilizando a passagem do texto com a mesma intenção do autor que citou. Mas pode se distanciar da intenção do primeiro autor, que não é possível verificar não tendo acesso à fonte original.

Contudo, caso seja a única forma, é bom utilizá-lo da maneira correta.

Para isso, é importante que você observe as regras para citação de citação.

Exemplo de apud em referências bibliográficas na ABNT:

ORIGINAL, Autor. Título do texto original. Cidade: Editora, 2011 apud CITANTE, Autor. Título do texto de onde a passagem foi tirada. Cidade: Editora, 2017.

Referências bibliográficas de obras coletivas ou de autoria de entidades

As regras explicadas sobre obras coletivas ou de autoria de entidades utilizam como base os dados exigidos para incluir as publicações em forma de livro.

Entretanto, nas referências bibliográficas nas normas ABNT existem pequenas diferenças quando o tipo de texto que está sendo utilizado é outro.

Igualmente há situações em que o autor não é um único sujeito. É o caso quando há um editor, coordenador, compilador e organizador. Também é o caso de textos em que a autoria vem de um órgão público ou comunitário.

Segundo as normas de referências bibliográficas da ABNT, nos casos em que há um indivíduo responsável, coloca-se seu nome da mesma forma que o nome de um autor em uma referência comum. Contudo, no final, coloca-se o título de sua função na publicação entre aspas e resumido.

Dessa forma, o editor aparece como (Ed.), o compilador como (Comp.), o organizador como (Org.) e o coordenador como (Coord.).

Quando a obra é de uma entidade, seu nome é colocado no lugar do autor.

Caso o nome do órgão seja genérico, coloca-se também o nome do órgão superior.

Exemplo:

SÃO PAULO, Prefeitura Municipal de. Secretaria de Cultura. Dados sobre os aspectos culturais de São Paulo. São Paulo, 2017.

Cidades com nomes iguais

Caso a cidade de publicação tiver o mesmo nome de outra cidade, é necessário colocar o nome do Estado.

É a situação da cidade de Ouro Branco, que dá nome a uma cidade em Minas Gerais e no Rio Grande do Norte.

Local de publicação desconhecido

Caso não seja possível determinar a cidade de publicação, utiliza-se entre colchetes a abreviatura de sine loco: [S.l.]

Data de publicação desconhecida

Quando a cópia do texto à qual se teve acesso não consta uma data de publicação, é trabalho do autor do TCC pesquisar para poder incluir a informação. No caso, a coloca-se a data entre colchetes.

Caso não seja possível apurar com precisão, ficando a data entre um ano ou outro, é possível colocar uma data como [2016 ou 2017]. É importante comunicar a incerteza para o leitor.

Se o intervalo de incerteza for maior, o autor pode colocar o ano mais provável entre colchetes com um ponto de interrogação. Exemplo: [2011?]

Caso o intervalo de dúvida seja muito grande, coloca-se [entre 1960 e 1965]. Isso não deve ser feito com intervalos maiores do que vinte anos.

PRINCIPAIS ATUALIZAÇÕES NA REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Em novembro de 2018 a ABNT publicou a NBR 6023, que trouxe diversas mudanças às referências.

Na edição anterior, a norma tinha 24. Na nova publicação, passou a ter 68 páginas.

E para que você não precise estudar todas as páginas, compilamos aqui as principais alterações.

Mas, não se esqueça que contamos com uma equipe especializada em procurar as alterações da ABNT. Dessa forma, o editor do Mettzer sempre está com tudo devidamente atualizado.

Sobre a quantidade de autores a serem informados

Em caso de referência de até 3 autores: você deve sempre indicar todos.

Se forem quatro ou mais autores: convém indicar todos. Contudo, caso você não queira, pode indicar apenas o primeiro, seguido da expressão et al.

O uso de traço sublinear na lista de referências

O traço sublinear que era utilizado para indicar obras com o mesmo autor foi extinto na versão atual da norma.

Uso de itálico

Passou-se a adotar o grifo em itálico para as expressões como In e et al.

O In indica uma parte da obra. O et al é utilizado para indicar obras com mais de 4 autores.

Novos tipos de documentos foram inseridos para fazer referência

A nova edição da norma adicionou outros tipos de documentos para fazer referências. Como, por exemplo, redes sociais e podcasts.

Trata-se de uma clara intenção de acompanhar a dinamicidade das informações na sociedade. Visto que, as redes sociais e os podcasts que antes não existiam, agora são fontes importantes de informações das pessoas.

Também inseriu referências aos documentos civis e de cartórios. Por exemplo, certidão de nascimento e certidão de casamento. E também atos administrativos normativos. Como, por exemplo, circular, contrato, deliberação, edital, estatuto e parecer técnico.

Uso de “<>” em links foi retirado

Nas referências de documentos de acesso online foram suprimidos os sinais < > que eram utilizados antes e depois do link de acesso.

Indicação de orientador em teses e dissertações

Na norma atual, a indicação de orientador em teses e dissertações pode ser informado após o título.

Supressões em título longo

A norma atual também passou a permitir que sejam indicadas supressões de parte de um título ou de um subtítulo longo. Mas, cuidado, as supressões somente podem ser realizadas desde que não se altere o sentido do título. Deve ser indicado por reticências entre colchetes […].

COMO FAZER AS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS DE FORMA AUTOMÁTICA

Enfim, seguindo as informações e os modelos, você pode ter certeza de estar fazendo as referências de maneira correta. Assim, você evita os riscos de cometer um plágio ou de utilizar um material sem citá-lo entre as referências do trabalho.

Mas você pode economizar seu tempo e energia formatando as referências na ABNT e citações de forma automática com o Mettzer!

O Mettzer é o melhor editor de textos do mercado, que possui um sistema simples para inserir suas referências no trabalho.

Ele faz todo o processo de formatação por você: basta você inserir os dados (ano, título, autor, etc.) e ele gera a referência de forma automática.

Como adicionar citações no Mettzer

Para você entender como o Mettzer pode te ajudar nesta missão, fizemos um tutorial de como adicionar uma referência na lista de referências e na citação utilizando o nosso editor.

Antes de mais nada, você precisa estar por dentro dos tipos de citação. Ou seja, precisa saber principalmente a diferença entre citação direta e citação indireta.

Citação direta longa no Mettzer

Citação direta curta no Mettzer

Caso você tenha feito uma citação indireta, ou seja, descreveu um trecho do livro com as suas próprias palavras, não é necessário informar o número das páginas.

Além disso, você deve escolher como deseja que a referência apareça no texto, marcando uma das opções disponíveis. A primeira opção, com todas as informações entre parênteses, é a opção padrão.

Você também poderá alterar o formato da referência a hora que quiser.

Neste sentido, o editor cria para você a referência na citação e também adiciona a referência lá na lista, com a formatação correta e em ordem alfabética. Legal né?

Bom, você quer saber com toda certeza se uma citação tem a sua referência adicionada corretamente no Mettzer? Basta colocar o cursor do mouse em cima da referência na citação, se ela ficar azul é por que você fez tudo certinho.

Biblioteca de referências bibliográficas

E mais: agora você também pode gerar sua própria biblioteca de referências. Todas as tuas referências ficarão disponíveis para todos os trabalhos que você fizer.

Biblioteca de referências

Busca automática de referências bibliográficas

Você também pode buscar as referências de forma automática. A pesquisa é feita pelo nome do autor ou pelo nome da obra. De forma automática, nosso sistema identifica as referências que você está procurando e já as apresenta de forma completa.

Assim, você ganha tempo e tranquilidade e pode se dedicar exclusivamente à pesquisa.

Se interessou? Faça um teste gratuito agora mesmo.

Faça todos os trabalhos acadêmicos
sem dor de cabeça

Das anotações de aula até a tese de doutorado.

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.