Tudo que você precisa saber sobre as regras da NBR 6023

|
Tempo médio de leitura: 11 minutos
3.5
(8)

Publicado em 05/08/2019. | Atualizado por Beatriz Coelho em 22/07/2021.

A NBR 6023 da ABNT estabelece as regras para as referências bibliográficas. Quer aprender tudo sobre essa norma?


A NBR 6023 é uma das normas da ABNT mais importantes para quem está fazendo trabalhos acadêmicos.

Isso porque ela estabelece tooodas as regras sobre formatação de referências bibliográficas.

Esse post eu te conto tudo que você precisa saber sobre essa norma. Boa leitura 🙂

O que é a NBR 6023?

Bom, se você já fez qualquer tipo de trabalho acadêmico – seja um artigo, uma monografia, um TCC, uma dissertação e uma tese de doutorado, sabe que deve seguir as normas da ABNT. Certo?

Pois bem, existe um conjunto de normas que indicam as regras para fazer trabalhos acadêmicos.

A NBR 6023 é a norma que estabelece tooodas as regras de formatação das referências bibliográficas: desde as informações que devem conter nas referências até a ordem de apresentação delas.

Daí porque a NBR 6023 é uma norma tão importante para quem vai fazer trabalhos acadêmicos.

Referências normativas da NBR 6023

Quando a NBR 6023 foi publicada, já existiam outras normas em vigor. Essas normas são referências normativas da NBR 6023. Ou seja: todas as regras das normas devem ser obrigatoriamente aplicadas nas regras da NBR6023.

Então, é importante que você também as conheça:

  • NBR 6028 Resumo e apresentação
  • NBR 10520 Citações em documentos
  • NBR 10525 – Número padrão internacional para publicação seriada – ISSN
  • NBR ISO 2108 – Número padrão internacional de livro – ISBN

Referências bibliográficas de acordo com a NBR 6023

Em linhas gerais, a referência bibliográfica conforme as normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – é a indicação de autores, título, edição, local, editora e data de qualquer citação de um texto.

Segundo a ABNT, referência bibliográfica é um “conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual”.

Ou seja, a referência bibliográfica nas normas ABNT é uma forma de identificar e localizar o artigo original com maior facilidade.

Por que fazer referências bibliográficas?

 E o primeiro passo é entender o porquê de fazer as referências. A resposta é bastante simples.

O melhor jeito de garantir a defesa da própria ideia em um trabalho acadêmico é buscar referências de outras produções acadêmicas. Ou seja: ninguém começa um trabalho do zero e sempre busca informações e ideias de outras pessoas já pesquisaram e escreveram sobre o assunto, certo?

É a partir das teorias de outras pessoas que você vai provar que suas ideias têm embasamento e respaldo teórico de outros estudos. Essas referências virão das citações e das referências bibliográficas.

Então, para utilizar conceitos e teorias de outras pessoas, você vai precisar referenciá-las para dar os devidos créditos. Entendeu? 🙂

O caminho contrário é bastante perigoso e mal visto entre as bancas e entre professores. Você não pode simplesmente tirar as ideias da sua cabeça: é necessário ter um embasamento teórico.

Nem tampouco você pode deixar de referenciar uma fonte ou errar na formatação das referências: isso é plágio.

Então, agora que você já sabe o porquê de fazer as referências de qualquer tipo de fonte – inclusive de sites, vamos à parte prática.

Elementos da referência na NBR 6023

A NBR 6023 estabelece dois grupos de elementos principais nas referências bibliográficas: os essenciais e os complementares:

a) Elementos essenciais

Os elementos essenciais são as informações indispensáveis à identificação do documento. 

E já que os tipos de documentos variam, as informações indispensáveis para identificá-los também varia.

b) Elementos complementares

São as informações que, acrescentadas aos elementos essenciais, permitem caracterizar melhor os documentos.

Localização das referências de acordo com a NBR 6023

A NBR 6023 estabelece que a referência bibliográfica pode aparecer:

  • no rodapé da página
  • no fim do texto ou do capítulo
  • em lista de referências bibliográficas
  • antes dos resumos, resenhas e recensões

Regras gerais de apresentação das referências

Deve-se apresentar as referências bibliográficas de acordo com as seguintes regras:

a) Sequência de informações

Os elementos essenciais e complementares das referências devem seguir um padrão de sequência.

Então, para compor cada referência, deve-se obedecer à sequência do tipo de fonte de pesquisa.

b) Alinhamento à esquerda

Deve-se alinhar as referências à margem esquerda do texto. Essa regra serve principalmente para identificar melhor individualmente cada documento.

c) Espaçamento

Deve-se elaborar as referências em espaço simples e separá-las umas das outras por uma linha em branco de espaço simples.

d) Referências em notas de rodapé

Em notas de rodapé, deve-se alinhar as referências à esquerda e a partir da segunda linha da mesma referência, embaixo da primeira letra da primeira palavra, de forma a destacar o expoente e sem espaço entre elas.

e) Pontuação

A pontuação deve ser uniforme para todas as referências.

f) Recursos tipográficos

Os recursos tipográficos – negrito, grifo, itálico – que se utilize para destacar o elemento título das referências deve ser uniforme em todas as referências.

Isso não se aplica às fontes de pesquisa sem indicação de autoria. Já que, nesses casos, o elemento de entrada é o próprio título destacado pelo uso de letras maiúsculas na primeira palavra.

g) Informações complementares

As referências devem formar uma lista padronizada que obedeça aos mesmos princípios. Se optar por utilizar elementos complementares, deve-se incluí-lo em todas as referências daquela lista.

Além do mais, informações acrescidas devem seguir o idioma do trabalho e não do documento.

h) Documentos online

Para as fontes de pesquisa de sites, deve-se registrar o endereço eletrônico precedido da expressão “Disponível em:” e a data de acesso, precedida de “Acesso em:”.

i) Ordenação

Deve-se colocar as referências bibliográficas em ordem alfabética. Contudo, cuidado: não se pode considerar os artigos definidos e indefinidos.

j) Títulos e subtítulos

Deve-se separar os títulos e subtítulos usando dois pontos.

k) Apud em referências bibliográficas

O apud é utilizado quando se faz uma citação de citação. Significa “citado por”. É utilizado quando você não tem acesso à fonte original da informação, apenas a uma citação que fale sobre ela.

Atenção. Não é muito indicado exagerar no uso de apud, porque passa a mensagem de falta de confiabilidade na citação. Isso se dá em razão da distância com a fonte original da citação.

Você pode estar utilizando a passagem do texto com a mesma intenção do autor que citou. Mas pode se distanciar da intenção do primeiro autor, que não é possível verificar não tendo acesso à fonte original.

Contudo, caso seja a única forma, é bom utilizá-lo da maneira correta.

Para isso, é importante que você observe as regras para citação de citação.

Exemplo de apud em referências bibliográficas na ABNT:

ORIGINAL, Autor. Título do texto original. Cidade: Editora, 2011 apud CITANTE, Autor. Título do texto de onde a passagem foi tirada. Cidade: Editora, 2017.

l) Obras coletivas ou de autoria de entidades

As regras sobre obras coletivas ou de autoria de entidades utilizam como base os dados exigidos para incluir as publicações em forma de livro.

Entretanto, nas referências bibliográficas nas normas ABNT existem pequenas diferenças quando o tipo de texto que está sendo utilizado é outro.

Igualmente há situações em que o autor não é um único sujeito. É o caso quando há um editor, coordenador, compilador e organizador. Também é o caso de textos em que a autoria vem de um órgão público ou comunitário.

Segundo as normas de referências bibliográficas da ABNT, nos casos em que há um indivíduo responsável, coloca-se seu nome da mesma forma que o nome de um autor em uma referência comum. Contudo, no final, coloca-se o título de sua função na publicação entre aspas e resumido.

Dessa forma, o editor aparece como (Ed.), o compilador como (Comp.), o organizador como (Org.) e o coordenador como (Coord.).

Quando a obra é de uma entidade, seu nome é colocado no lugar do autor.

Caso o nome do órgão seja genérico, coloca-se também o nome do órgão superior.

Exemplo:

SÃO PAULO, Prefeitura Municipal de. Secretaria de Cultura. Dados sobre os aspectos culturais de São Paulo. São Paulo, 2017.

m) Cidades com nomes iguais

Caso a cidade de publicação tiver o mesmo nome de outra cidade, é necessário colocar o nome do Estado.

É a situação da cidade de Ouro Branco, que dá nome a uma cidade em Minas Gerais e no Rio Grande do Norte.

n) Local de publicação desconhecido

Caso não seja possível determinar a cidade de publicação, utiliza-se entre colchetes a abreviatura de sine loco: [S.l.]

n) Data de publicação desconhecida

Caso não seja possível apurar com precisão a data de publicação, ficando a data entre um ano ou outro, é possível colocar uma data como [2016 ou 2017]. É importante comunicar a incerteza para o leitor.

Se o intervalo de incerteza for maior, o autor pode colocar o ano mais provável entre colchetes com um ponto de interrogação. Exemplo: [2011?]

Caso o intervalo de dúvida seja muito grande, coloca-se [entre 1960 e 1965]. Isso não deve ser feito com intervalos maiores do que vinte anos.

Última atualização da NBR 6023

É importante saber que a NBR 6023 recebeu atualização em novembro de 2018. Na edição anterior, a norma tinha 24. Na nova publicação, passou a ter 68 páginas.

Quer dizer, várias mudanças surgiram a partir dessa atualização.

Fique por dentro das principais alterações:

a) Em relação à quantidade de autores

Depois da atualização, quando a referência tiver até 3 autores, deve-se indicar todos. No caso de quatro ou mais autores, convém indicar todos, mas também permite-se que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão et al.

b) Extinção do traço sublinear

O uso do traço sublinear na lista de referências para indicar obras de mesma autoria e de mesma autoria e título foi extinto.

c) Uso de itálico

Agora usa-se destaque em itálico para as expressões como In e et al.

In: para indicar que faz parte de alguma obra;

et al.: para indicar obras com mais de 4 autores.

d) Inserção de novos tipos de documentos

A atualização da norma também compreendeu tipos mais modernos de documentos, como publicação em redes sociais, podcasts.

Além de incluir outros documentos que estava faltando, como documentos civis e de cartórios, como certidão de nascimento, por exemplo.

e) Exclusão dos sinais <>

Nas referências de documentos de acesso online excluiu-se o uso dos sinais < >, que eram utilizados antes e depois do link de acesso.

f) Indicação de orientador em teses e dissertações

Na norma atual, pode-se informar o nome do orientador ou da orientadora em teses e dissertações após o título.

g) Supressões em título longo

A norma atual também passou a permitir que se suprima parte de um título ou de um subtítulo longo. Mas, cuidado para não alterar o sentido do título. A supressão deve ser indicado por reticências entre colchetes […].

Como fazer referências de acordo com a NBR 6023

Você já deve saber, mas cada tipo de fonte de pesquisa segue um padrão de formatação da referência bibliográfica.

Referências  bibliográficas de livros

Livro com apenas um autor

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local de publicação: Editora, ano de publicação da obra.

Exemplo:

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

Livro com até três autores

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.

Exemplo:

ARUZZA, Cinzia; BHATTACHARYA, Tithi; FRASER, Nancy. Feminismo para os 99%: um manifesto. São Paulo: Boitempo, 2019.

Livro com mais de três autores

SOBRENOME, Nome et alTítulo: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.

Exemplo:

DILGER, Gerhard et alDescolonizar o imaginário: debates sobre pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento. São Paulo: Fundação Roxa Luxemburgo, 2016.

Livro com autor desconhecido

TÍTULO DO LIVRO, Local: Editora, ano.

Exemplo:

A MULA SEM CABEÇA. Florianópolis: Editora X, 2020.

Referência da Constituição Federal ou Estadual

LOCAL. Título (ano). Descrição. Local do órgão constituinte, ano de publicação.

Exemplo:

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Centro Gráfico, 1988.

Legislação comum

BRASIL. Lei nº XX.XXX, de dia de mês de ANO. Função da lei. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. XX, n. XX, data de publicação do Diário.

Exemplo:

BRASIL, Lei nº 9.029, de 13 de abril de 1995. Proíbe a exigência de atestados de gravidez e esterilização e outras práticas discriminatórias, para efeitos admissionais ou de permanência da relação jurídica de trabalho e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. 01, n. 55, 1995.

Artigo de periódico ou revista

SOBRENOME, Nome abreviado. Título do artigo. Título da Revista, Local de publicação, número do volume, páginas inicial-final, mês e ano.

Exemplo:

KILOMBA, Grada. A máscara, Revistas USP, n. 16, p. 23-40, 2016.

Artigo apresentado em um evento

SOBRENOME, Nome. Título do trabalho apresentadoIn: TÍTULO DO EVENTO, nº do evento, ano de realização, local (cidade de realização). Título do documento (anais, resumos, etc). Local: Editora, ano de publicação. Páginas inicial-final.

Exemplo:

SILVA, João. A contribuição de Paulo Freire na PedagogiaIn: JORNADA DE PEDAGOGIA, nº 3, 2019, Florianópolis. Resumos. Florianópolis: Editora X, 2020, p. 20-50.

Referência de monografia, dissertação ou tese

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Ano de apresentação. Número de folhas ou volumes. Categoria (área de concentração) – Instituição, Local, ano da defesa.

Exemplo:

CARNEIRO, Aparecida Sueli. A construção do outro como não-ser como fundamento do ser. 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Curso de Educação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

Obras coletivas ou de autoria de entidades

AUTOR, Nome do. Entidade. Título. Local, ano.

Exemplo:

SÃO PAULO, Prefeitura Municipal de. Secretaria de Cultura. Dados sobre os aspectos culturais de São Paulo. São Paulo, 2017.

Referências de sites

Existem diversos tipos de materiais para consultar em sites. Assim, as referências de sites variam de acordo com o tipo. Também, possuem alguns detalhes específicos.

Por esse motivo, preparamos um material completo com tudo que você precisa saber para fazer referências de sites e artigos online.

Consulte este post específico para fazer a referência de site e artigos online 🙂

Referências bibliográficas

Como criar referências de forma automática nas normas da ABNT

Enfim, agora você já sabe como fazer referências seguindo as normas da ABNT. Se seguir as informações e os modelos, pode ter certeza que as referências do seu trabalho estarão certas. Mas e o trabalho que dá né?

Você não precisa passar por isso, ok? Use a tecnologia ao seu favor 🙂

Se você está desenvolvendo um trabalho você pode contar com a Mettzer.

Mettzer é o melhor editor de texto do mercado, que formata qualquer trabalho nas normas da ABNT de forma automática. E também faz todas as referências de forma automática.

Apresentação Geral - Mettzer

Basta incluir os dados da sua fonte de pesquisa, que o nosso editor gera a referência prontinha para você.

E a melhor parte é que todas as suas referências ficam salvas na sua biblioteca. Mais tarde, você poderá utilizá-las, em qualquer trabalho que fizer. Incrível né?

Temos uma equipe especializada em pesquisar sobre as NBRs. Quer dizer, as normas sempre estão atualizadas no nosso editor.

Basta você inserir suas informações e pronto! Seu trabalho será formatado de forma automática.

Que tal fazer um teste gratuito por 7 dias? 🙂

Faça todos os trabalhos acadêmicos
sem dor de cabeça

Das anotações de aula até a tese de doutorado.

O que é a NBR 6023?

A NBR 6023 é a norma da ABNT que estabelece as regras de formatação das referências bibliográficas nos trabalhos acadêmicos.

Qual foi a última atualização da NBR 6023?

A última atualização da NBR 6023 foi em 2018.

Quais as principais alterações da NBR 6023 com a atualização de 2018?

a) Em relação à quantidade de autores para mencionar: até 3 autores, deve-se indicar todos. A partir de quatro, permite-se que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão et al.
b) Extinção do traço sublinear na lista de referências para indicar obras de mesma autoria
c) Uso de itálico nas expressões In e et al.
d) Inserção de novos tipos de documentos, como publicação em redes sociais, podcasts.
Além de incluir outros documentos que estava faltando, como documentos civis e de cartórios, como certidão de nascimento, por exemplo.
e) Exclusão dos sinais <> nas referências de documentos online
f) Indicação de orientador em teses e dissertações
g) Supressões de títulos e subtítulos longos

O que você achou disso?

Mande corações

Média da classificação 3.5 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

17 comentários em “Tudo que você precisa saber sobre as regras da NBR 6023”

  1. No seu exemplo dado no texto, as palavras “In” e “et al” não aparecem em itálico, como você diz que tem que ser, na NBR, então eu fiquei em dúvida, se deve ou não ser, rs.
    Obrigada!

    Responder
  2. Estou fazendo meu TCC, mas o orientador devolveu duas vezes pedindo pra citar livros na bibliografia, da primeira vez eu tinha feito errado, porem da segunda, corrigi conforme as normas que visualizei em sua postagem.
    Agora ele me devolveu novamente com a mesma situação. Abaixo está o exemplo:
    Calafiori, Luiz Ferreira. Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do
    Paraíso 100 anos cuidando de você. São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, 23 de setembro
    de 2017.
    Devo mudar algo? Fiz sobre meu trabalho e sabia argumentar tudo que foi enunciado, então usei poucas referências, de livro somente o acima citado.

    Grata

    Responder
    • Oi Larissa, tudo bem?

      Sua dúvida é sobre o número de citações que deve usar em seu trabalho ou sobre as fontes serem livros?

      Acredito que sim, você pode encontrar mais livros sobre o assunto que está usando em seu trabalho.

      Para ter ajudar com as referência, temos um post completo: https://blog.mettzer.com/referencia-bibliografica-normas-abnt/

      Acredito que será a melhor forma de você consultar e usar de acordo com o que você precisa para seu trabalho.

      Se precisar de mais alguma coisa nos avise.

      Abraços

      Responder
    • Oi Fauzia, tudo bem?

      Você pode me explicar melhor qual o objetivo das referências, pois não ficou muito claro para conseguir te ajudar.

      Fico no aguardo para ajudar.

      Abraços

      Responder
  3. Boa tarde!

    Tudo bem?

    Como referenciar transcrição de trecho de entrevistas (vídeos) disponibilizadas no youtube?

    Obrigada, Taís.

    Responder
  4. As referências não são separadas por espaço duplo, mas sim “separadas entre si por uma linha em branco de espaço simples. “

    Responder
    • Oi Kelvin, tudo bem?

      O espaçamento entre as linhas é duplo mesmo. Que é um pouco maior que o espaçamento 1,5 usado durante o desenvolvimento do trabalho.

      Ele deve ser usado para separar as referências na lista final.

      Espero ter ajudado.

      Abraços

      Responder
  5. Boa tarde, Estou finalizando meu tcc, e minha duvida é como referencia artigos e revistas retiradas da intenet( Barros AF, Uemura G, Macedo JLS. Tempo para o acesso ao tratamento do câncer de mama no Distrito Federal, Brasil Central. Rev bras med ginecol obstet [Internet]. 2013 [cited 2016 Sept 11];(10):458-63. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v35n10/06.pdf Acessado em 18/05/2020 ) esta certo assim??

    Responder
  6. Olá, tudo bem?

    Estou finalizando o meu TCC e estou com dúvidas sobre o tamanho da fonte nas referências bibliográficas. Não estou encontrando na NBR 6023.

    Se puder me ajudar,

    Obrigada!

    Abs

    Responder
  7. Oi, tudo bem ? espero que sim. Cada informação aqui tratada foi de grande ajuda. Mas… estou produzindo meu TCC e me veio uma dúvida, porém não consegui encontrar. Como referenciar a memória viva? Minha maior fonte são as lembranças das pessoas.. o que elas contam.. não tem quase nada documentado. Como referenciar isso :

    Muito Grata! Abraços.

    Responder
    • Oi Palloma, tudo bem?

      Nesse caso você é a autora. 🙂

      Você deve citar a forma que você obteve esse conteúdo. Por exemplo “Entrevista com pessoa X” e você pode usar o seu nome como referencia.

      Temos um post em nosso blog sobre coleta de dados que pode te ajudar: https://blog.mettzer.com/coleta-de-dados/

      Se tiver mais alguma dúvida nos avise.

      Abraços

      Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.