Etnografia e Pesquisa etnográfica: material completo

Compartilhe esse post:

A pesquisa etnográfica vem da etnografia, que se refere à descrição cultural de um povo, do grego ethnos, que significa nação ou povo e graphein, que significa escrita.


O que é etnografia e pesquisa etnográfica? Conceito

A pesquisa etnográfica segue a metodologia etnográfica, uma metodologia que faz parte das ciências sociais, especialmente da Antropologia.

Seu foco é o estudo da cultura e o comportamento de determinados grupos sociais.

O conceito significa a descrição cultural de um povo (do grego ethnos, que significa nação e/ou povo e graphein, que significa escrita).

A etnografia estuda os padrões mais previsíveis das percepções e comportamento manifestos na sua rotina diária dos sujeitos estudados.

 Assim, a etnografia é um processo que se guia pelo senso questionador do etnógrafo. 

Por isso, uma característica importante a se destacar é que a utilização de técnicas e procedimentos etnográficos não segue padrões rígidos ou pré-determinados, o que deve guiar este processo é realmente o senso desenvolvido pelo etnógrafo a partir do trabalho de campo no contexto social da pesquisa. 

Neste sentido, muitas vezes os instrumentos de coleta de dados e análise de dados utilizados nesta abordagem de pesquisa  têm que ser formuladas ou recriadas buscando atender à realidade do trabalho de campo.

Principais características da pesquisa etnográfica

Preocupa-se com uma análise holística ou dialética da cultura

Assim,  a cultura não é vista como um mero reflexo de forças estruturais da sociedade, mas como um sistema de significados mediadores entre as estruturas sociais e as ações e interações humanas. 

Introduz os atores sociais com uma participação ativa e dinâmica

Ou seja, a pesquisa etnográfica busca introduzir os atores sociais com uma participação ativa e dinâmica no processo modificador das estruturas sociais. 

Neste sentido, o objeto de pesquisa pode ser o sujeito, sendo considerado como a agência humana no ato de significar as contradições sociais evidenciadas nestas estruturas e processos interacionais.

Preocupa-se em revelar as relações e interações

Em vista de desenvolver a reflexividade sobre a ação de pesquisar, tanto pelo pesquisador quanto pelo pesquisado.

Ou seja, preocupa-se, por exemplo,  por revelar as relações e interações ocorridas no interior das escolas.

Assim como de outras instituições parte dessas estruturas sociais de forma que esta se abra e evidencie os processos por elas engendrados e de difícil visibilidade para os sujeitos que dela fazem parte.

Neste sentido, o sujeito da pesquisa, historicamente ator das ações sociais e interacionais, contribui para significar o universo pesquisado exigindo a constante reflexão e reestruturação do processo de questionamento do pesquisador.

Contribuições da etnografia e da pesquisa etnográfica

A etnografia como abordagem de investigação científica traz grandes contribuições para o campo das pesquisas qualitativas.

Por exemplo para os estudo que se interessam pelas desigualdades sociais, processos de exclusão e situações sócio-interacionais.

Neste sentido, a etnografia é também conhecida como: observação participante, pesquisa interpretativa, pesquisa hermenêutica, dentre outras. 

Compreende o estudo, pela observação direta e por um período de tempo, das formas costumeiras de viver de um grupo particular de pessoas.

Deste modo, um grupo de pessoas associadas de alguma maneira, uma unidade social representativa para estudo, seja ela formada por poucos ou muitos elementos, por exemplo: uma escola toda ou um grupo de estudo em uma determinada sala de aula.

Portanto, a etnografia estuda preponderantemente os padrões mais previsíveis das percepções e comportamento manifestos na rotina diária dos sujeitos estudados.

Ainda, estuda os fatos e eventos menos previsíveis ou manifestados particularmente em determinado contexto interativo entre as pessoas ou grupos.

Método etnográfico na pesquisa etnográfica

O método etnográfico é diferente de outros modos de fazer pesquisa qualitativa.

Por isso, ele segue alguns princípios, como:

  • Pesquisa de campo (conduzido no local em que as pessoas convivem e socializam);
  • Multifatorial (conduzido pelo uso de duas ou mais técnicas de coleta de dados);
  • Indutivo (acumulo descritivo de detalhe)
  • Holístico (retrato mais completo possível do grupo em estudo).

Etnografia no mundo corporativo

A Etnografia, assim como outras pesquisas qualitativas, tem ganhado espaço dentro do universo corporativo.

Em especial em agências e empresas que trabalham com mídias sociais.

A metodologia antes apenas conhecida dentro do universo universitário das ciências humanas, hoje ganha destaque como diferencial em muitas análises e relatórios.

Assim, ela pode auxiliar em:

  • Geração de idéias para a inovação;
  • Desenvolvimento de novos produtos;
  • Novos usos para os produtos existentes;
  • Reposicionamento de produto;
  • Área de comunicação como criação de peças publicitárias ou reposicionamento de uma marca;
  • Obter informações comportamentais como: rituais, mitos, estilo de vida, modelos culturais encontrados no ambientes de consumo.

Exemplos de pesquisa etnográfica aplicada

O consumidor da atualidade: o viés tecnológico no consumo e seu estudo pela etnografia.

Análise de emoções nas mídias sociais: a etnografia como método de pesquisa para este campo de estudo.

Etnografia e etnologia

Para entender a abordagem etnográfica na investigação científica se faz necessário distinguir a etnografia de etnologia.

Um dos pontos que une essas duas abordagens de pesquisa é o interesse comparativo e a conexão histórica que possuem.

A Etnologia é um termo originário do século XIX para designar estudos comparativos dos modos de vida dos seres humanos. Neste período da história muitos estudos voltaram-se para a origem da vida humana: por exemplo, a arqueologia, a linguística histórica, desenvolveu-se na tentativa de revelar a origem da linguagem, a origem do homem.

Assim, se refere ao estudo sistemático ou científico sobre o “outro”. O estudo comparativo sistemático da variedade de outros povos diferente do nosso.

A etnologia é um ramo da antropologia cultural que estuda a cultura dos povos naturais, é o estudo e o conhecimento, sob o aspecto cultural, das populações primitivas.

Formatação automatizada da pesquisa etnográfica nas normas da ABNT

Tendo em vista a importância e relevância desta pesquisa, o seu aprofundamento é muito válido para seus projetos de pesquisa, TCC ou formas de análise de dados.

E, como você já sabe, o seu trabalho final, independente de qual seja, precisa estar organizado nas normas da ABNT.

Para isso, conheça o Mettzer, o editor que formata automaticamente nas normas da ABNT, e não se preocupe mais com formalidades.

Faça um teste gratuito agora mesmo!

Resumo
Artigo
Etnografia e Pesquisa etnográfica: material completo
Descrição
A pesquisa etnográfica bem da etnografia, a descrição cultural de um povo "ethnos" com "graphein", que significa escrita. Veja o material completo!
Autor
Publicador
Mettzer

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.