Mão na massa: como fazer a tese do seu trabalho?

compartilhe

Esqueça aqueles trabalhos que parecem uma colcha de retalhos (ou um frankenstein) de bibliografias, em que uma ideia parece não combinar com a outra. O seu trabalho precisa seguir uma linha de pensamento coerente e estruturar a sua tese vai ajudar nisso.


Sumário

  1. O que é tese?
  2. Marco teórico
  3. Como fazer a tese do seu trabalho?
  4. A Mettzer pode te ajudar a fazer a tese do seu trabalho

Para começar, você precisa entender que qualquer trabalho acadêmico – seja argumentativo ou não – precisa partir de um ponto de vista.

É aí que surge a ideia da tese do texto, como um elemento realmente central na estrutura de qualquer ideia.

Você vai perceber que entender qual é a tese do texto é muito importante. Para quem está escrevendo o texto, a noção da tese ajuda a alinhar os argumentos e deixar o texto mais coerente. Para quem está lendo um texto, identificar a tese auxilia na compreensão e interpretação das ideias.

Esse artigo vou te explicar o que é tese e como fazer para identificar a tese de um texto. Bora? 🙂

O que é tese?

Antes de mais nada, você precisa entender o que significa a tese. De forma geral, a tese é o ponto de vista da pessoa autora sobre o assunto.

A origem da palavra também é um instrumento importante para compreender melhor a definição. A palavra tese vem, do grego, thesis, que significa proposição intelectual.

É por isso que a tese é o posicionamento da pessoa autora em relação ao tema. E isso não significa, automaticamente, que é a opinião da pessoa autora. Mas que é sua conclusão a partir da pesquisa.

O objetivo central dos textos dissertativos (especialmente os argumentativos, famosos pelas provas de redação do Enem) é convencer alguém sobre um assunto a partir de uma análise crítica (fatos + dados de uma tese).

Sendo assim, deve-se fazer uma reflexão sobre o assunto e defender um ponto de vista crítico. Nesse caso, a tese é a opinião da pessoa autora.

No entanto, em outros tipos de trabalhos acadêmicos – como TCC, monografia, dissertação e tese de doutorado -, a pessoa autora não deve dar sua opinião pessoal sobre o assunto.

No entanto, o trabalho continua tendo uma tese central, que é o posicionamento acadêmico que a pessoa autora adotou em seu texto.

Nesse ponto, é importante pensar que, mesmo que a pessoa não apresente sua opinião, o trabalho nunca será imparcial. Afinal de contas, todas as escolhas (de bibliografias, de tema, de problema de pesquisa) e perspectivas do trabalho levam a um posicionamento.

Normalmente, a tese central é a estrutura principal da fundamentação teórica do trabalho e tem relação direta com marco teórico da pesquisa.

Marco teórico

O marco teórico delimita a abrangência da pesquisa. Isto é, as teorias, os conceitos e os métodos ficam delimitados a partir do tempo, da localidade e da área do conhecimento.

Isso significa que você deve manter uma coerência na fundamentação teórica do seu trabalho. Ou seja, não deve ir contra à sua tese central.

Então, por exemplo, se você está escrevendo seu trabalho com base em um autor que defende que as prisões deve servir para reintegrar o sujeito que cometeu o crime na sociedade, você não pode agregar à teoria outro autor que entende que “bandido bom é bandido morto”.

A não ser que você utilize as duas teorias para mostrar a diferença entre elas. Entende?

Esse conceito é mais profundamente explorado no mestrado e no doutorado, mas se você pensar nisso desde o TCC, pode ser mais fácil de construir uma fundamentação teórica coerente em sua pesquisa.

modelo de trabalho academico - baner

Como fazer a tese do seu trabalho?

Para começar a fazer a tese do seu trabalho, você precisa construir a ideia central do seu trabalho. Isso significa que é algo que você já precisa ter em mente logo no começo do trabalho, mas que pode mudar a partir das suas pesquisas.

Afinal de contas, você pode partir do pressuposto de que a sua tese central é a hipótese que você formulou no projeto de pesquisa.

No entanto, a medida que você vai lendo as bibliografias e coletando os dados, a sua interpretação pode chegar em resultados diferentes. Ou seja, a tese é algo dinâmico na construção do trabalho.

O importante é que você desenvolva o seu posicionamento a partir de informações verídicas e de qualidade e que obedeça a sua metodologia para coletar e analisar dados.

A sua tese central vai ser, portanto, a informação mais relevante da sua conclusão e que, de forma geral, consegue responder o seu problema de pesquisa.

Exemplo de tese do trabalho

Se, por exemplo, o seu problema de pesquisa é: “o home office vai se desenvolver como prática institucional nas empresas, em momento pós-pandemia do Covid-19?

A sua tese central pode ser: “sim, em razão do distanciamento social causado pela pandemia do Covid-19, as empresas desenvolveram estratégias para institucionalizar a prática do trabalho remoto. A tendência é que, cada vez mais, o trabalho remoto se desenvolva. Inclusive, algumas pessoas preferem pedir demissão em vez de retornarem ao escritório de forma compulsória”.

Você percebe que, mais do que uma opinião da pessoa autora, a tese central se desenvolve a partir de fatos e dados que se transformam em um posicionamento.

Da mesma forma, a tese também responde o problema central do trabalho. Então, é a parte mais relevante da conclusão.

Por fim, é importante ter em mente que todo o texto do trabalho deve seguir uma coerência técnica com a tese central.

Então, não dá para que, em algum tópico do trabalho, a pessoa autora escreva que o trabalho remoto vai ser só uma exceção ou que a pandemia não trouxe nenhum impacto para as dinâmicas de trabalho.

Afinal de contas, essas ideias contradizem totalmente ao posicionamento da tese do trabalho.

A Mettzer pode te ajudar a fazer a tese do seu trabalho

Pois bem. Agora que você já sabe o que é e como fazer a tese do seu trabalho, mãos à obra.

Para começar, você precisa pesquisar suas referências bibliográficas em uma base de dados confiável e bem qualificada. Imagina só usar fake news no seu referencial teórico, né?

Mas eu tenho uma boa notícia: a gente pode te ajudar nisso.

A plataforma da Mettzer une duas características fundamentais para desenvolver pesquisas: facilidade no acesso e segurança das informações.

Isso porque, através do Hub da Mettzer, é possível procurar bibliografias  e referências bibliográficas para usar como fonte de pesquisa.

Para pesquisar no Hub, você precisa digitar as palavras-chave sobre o tema que você quer pesquisar. Assim como uma pesquisa no Google.

Pronto! Nós te apresentamos uma lista de trabalhos sobre esse tema para te ajudar.

Muito além da facilidade de pesquisar, todos resultados da Mettzer são trabalhos construídos na própria plataforma. Quer dizer, você pode confiar.

E a melhor parte: o Hub da Mettzer é completamente livre e gratuito. Você pode usar e pesquisar quantas vezes quiser. Sem pagar nada 🙂

Além disso, a plataforma da Mettzer é integrada ao Google Books. Então, você pode simplesmente pesquisar pelo nome da pessoa autora ou título do livro no gerador de referências.

Nós encontramos o livro na base de dados e gerados a referência conforme as normas da ABNT. Como de costume, de forma automática.

É que, não sei se você já sabe, mas o editor de texto da Mettzer formata todo trabalho de forma automática nas normas da ABNT.

Faça um teste gratuito por 7 dias. E nem precisa cadastrar o cartão para experimentar 🙂

Hub da Mettzer

compartilhe

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Teste agora nosso editor que formata trabalhos nas Normas da ABNT e APA

Modelos customizáveis de acordo com sua universidade